Vargem tem 5 casos confirmados de dengue

0
572
População precisa eliminar os possíveis criadouros, como pneus

Departamento de Saúde dá continuidade a companha de conscientização contra a Dengue, Zika Vírus e Chikungunya

A dengue voltou a aparecer em Vargem Grande do Sul. De acordo com informações da prefeitura, cinco pessoas foram diagnosticadas com a doença. Outras 28 pessoas com suspeita da doença tiveram o exame negativo, conforme destacou o Executivo.

As chuvas e o forte calor são fatores primordiais para a proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya. A prefeitura destacou que é importante que os moradores não deixem qualquer recipiente com água parada, pois a melhor maneira de controlar a dengue é evitar que o mosquito deposite os seus ovos.

O Departamento de Saúde e Vigilância em Saúde (VISA) reforçou o alerta à população sobre os cuidados preventivos contra o Aedes Aegypti lançando a Campanha “Verão sem Dengue”.

De acordo com a diretora do departamento de Saúde Maria Helena Zan, a campanha de conscientização tem como finalidade orientar e mobilizar a população quanto à importância de eliminar os possíveis criadouros do mosquito e, consequentemente, sua proliferação durante a estação. “O verão é o período em que o mosquito mais se reproduz, por isso é preciso que todos redobem a atenção com materiais e objetos que possam se tornar criadouros deste vetor. Precisamos que todos fiquem atentos não deixando água parada”, disse.

Segundo Maria Helena, até o momento já foram registrados cinco casos de dengue no município durante todo o ano de 2017. “Precisamos redobrar a fiscalização nos terrenos, quintais e principalmente nas calhas das residências. Em caso de suspeita de dengue, é preciso procurar o posto de saúde mais próximo do bairro”, orientou.

Audiência

Na próxima terça-feira, dia 24 de outubro, o Departamento Municipal de Saúde irá realizar uma audiência pública no auditório do PPA, para debater o Plano de Combate a Dengue.

Cuidados

Para evitar a proliferação do mosquito, a população deve estar atenta e não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros e pratos de flores, garrafas, caixas d’água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, canudos de refrigerantes, entre outros recipientes.

Sintomas

Os sintomas da dengue são febre alta com início súbito, forte dor de cabeça, dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos, perda do paladar e apetite, manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores, náuseas e vômitos, tonturas, extremo cansaço, moleza e dor no corpo, além de muitas dores nos ossos e articulações.

Arquivo Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui