Anunciada verba para esgoto na Vila Esperança

0
762
Anunciada verba para esgoto na Vila Esperança

Um dos bairros de maior vulnerabilidade social de vargem Grande do Sul, a Vila Esperança deve ter o problema de saneamento básico solucionado. A prefeitura obteve junto ao Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu um recurso de R$ 421 mil para a construção da estação elevatória de esgoto do bairro.

A novidade foi anunciada pelo prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) na última sexta-feira, dia 27 de outubro. Os recursos para esta obra foram obtidas a fundo perdido, ou seja, o município não precisará pagar por ela.

De acordo com o Executivo, o Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) encaminha agora o projeto da estação elevatória para seus órgãos técnicos para análise e após possíveis adequações e liberação, a obra deverá ser licitada. Ainda não há prazos definidos, mas a expectativa é que em breve sejam anunciados os próximos passos.

Há anos os moradores da Vila Esperança sofrem com a falta de um sistema de esgotamento sanitário adequado. No bairro há uma fossa, que foi construída em uma área particular e que é alvo de ações judiciais contra a prefeitura, que também foi multada pela Cetesb por conta do problema. O sistema inadequado já foi objeto de diversas reportagens da Gazeta de Vargem Grande, com moradores relatando os constantes vazamentos, mau cheiro e até o risco de acidentes com crianças.

Segundo Edson Sbardelini, superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto, a estação elevatória enviará os efluentes do bairro para o emissário localizado atrás do Centro Esportivo Américo Toquini, no Jardim Paulista, e segue para a Estação de Tratamento de Esgoto. De acordo com Edson, a rede terá capacidade de expansão para atender futuros bairros que possam surgir nesta região.

Aterro

O prefeito Amarildo informou ainda que a cidade foi contemplada, também dentro do  Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu, com uma verba de R$ 267 mil para a construção de mais uma trincheira no Aterro Sanitário. O recurso também é a fundo perdido.

Fotos: Reportagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui