Novembro é mês de campanha contra Câncer de Próstata

0
691
Paulo Vidale destacou a importância da prevenção

Depois do Outubro Rosa, dedicado à prevenção do câncer em mulheres, começa o Novembro Azul, voltado à conscientização sobre a importância da prevenção da doença entre os homens. A história da campanha começou em 2012 após o Instituto Lado a Lado pela Vida promover uma primeira abordagem com a campanha “Um Toque, Um Drible” que falava a respeito da importância do exame de toque no homem para a prevenção do câncer de próstata. A partir disso, inspirados pelo Movember, que é um movimento internacional dedicado à conscientização e arrecadação de fundos na luta contra o câncer, o Instituto passou a dedicar um mês inteiro à saúde masculina.

À Gazeta, o urologista Paulo Vidale contou que durante o período da campanha, aumenta o número de pacientes no consultório e que a importância do Novembro Azul é educacional. “O paciente chega mais tranquilo, sabendo da importância e como será realizado o exame. Portanto, a importância da campanha é educacional, com o objetivo das pessoas se cuidarem, afim de identificar o câncer de próstata no início”, afirmou.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estimou que em 2016 surgiriam 61.200 novos casos e que em 2013, morreram 13.772 pessoas por conta do câncer de próstata. Portanto, segundo o urologista, é imprescindível a realização do exame de toque retal para a prevenção do câncer, que é o segundo mais comum entre homens, atrás do câncer de pele. “Não há procedimentos mais recentes que descarte o exame de toque. O exame ainda é o de toque retal associado com o exame de sangue chamado Antígeno Prostático Específico (PSA)”, contou.

Ainda existe hesitação dos homens perante o exame de toque. No entanto, o especialista observou que isso vem diminuindo e acredita que isso se dá por conta da cultura e formação de cada indivíduo. “Este receio vem diminuindo muito. Se ainda existe o receio, acredito que seja cultural, da formação de cada indivíduo, pois as campanhas estão na mídia, orientando a todos”, falou.

O médico informou ainda que caso haja histórico de pacientes com câncer na família, a prevenção deve ter início aos 40 anos. Se o homem não tiver conhecimento deste histórico, é importante que faça exames de rotina da saúde masculina a cada dois anos. Após os 50 anos, esses cuidados deverão ser feitos anualmente.

Sintomas

Segundo o Inca, o câncer em sua fase inicial tem evolução silenciosa. Quando eles se apresentam, são muito parecidos com o crescimento benigno da próstata. Em sua fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, em casos mais graves, pode causar infecção generalizada ou insuficiência renal.

Prefeitura

De acordo com a diretora do Departamento de Saúde, Maria Helena Zan, a programação voltada a saúde do homem será definida em breve. “Estamos elaborando uma programação especial voltada para a saúde do homem, lembrando que aqueles com mais de 40 anos de idade devem fazer, regularmente, os exames para detectar o câncer de próstata”, disse. O Departamento de Serviços Urbanos e Rurais, iluminará a fonte da Praça da Matriz de Santana na cor azul.

Foto: Arquivo Pessoal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui