Criança engasga e pai recebe orientação por telefone da GCM

0
654

A pronta intervenção da guarda Civil Municipal, por telefone, conseguiu evitar um dano maior a um bebê de 15 dias, na noite da quinta-feira, dia 23. Por volta das 19h10 a Central de Atendimentos da Guarda Civil Municipal (GCM) recebeu uma ligação de uma pessoa que parecia muito apavorada e relatava que um bebê estava engasgado. Imediatamente, o GCM Luís Carlos que estava de serviço orientou a pessoa que levasse o telefone ao ouvido do pai André Guerreiro que estava com a bebê Gabriela Alves Guerreiro, de apenas 15 dias, em seu colo.
A partir daí, o GCM passou a orientar o pai pelo telefone de como proceder e realizar manobras de desengasgamento. Após algumas manobras, a pequena Gabriela passou a soltar líquido pelo nariz e boca, esboçando reação e choro. Momentos depois, a Unidade de resgate da GCM com a equipe formada pelos GCMs Márcio e Vera Lúcia chegou ao local e assumiu a ocorrência. A bebê já chorava e foi realizada aspiração para retirada de líquido e secreções das vias aéreas em seguida foi conduzida ao Hospital de Caridade, onde permaneceu aos cuidados da equipe médica de plantão.
Segundo relatos dos pais, Gabriela mamava quando sofreu o engasgamento. O pai André disse que sua filha ficou muito cianótica e achava que o pior iria acontecer e que graças as orientações que recebeu e ao atendimento da GCM sua filha está bem e de volta a sua casa. A pequena Gabriela passa bem e já está em casa com a família.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui