Painel 27 de janeiro de 2018

0
880

Carnaval 2018

s entidades assistenciais de Vargem Grande do Sul envolvidas com o Carnaval terão de correr para garantir o público para a folia, que poderá ser sediada no Estádio Dudu Ramão, no Poliesportivo da Vila Santa Terezinha. O projeto de lei que regulamentou a festa foi aprovado pelos vereadores em sessão extraordinária realizada na quinta-feira, dia 25. O evento seguirá os moldes da Festa da Batata 2017, com realização das entidades assistenciais, que poderão contratar uma empresa terceirizada para a organização, e com apoio da prefeitura.

Aliás…

Vazou na Internet um vídeo com uma vinheta publicitária para o evento, chamado Carnaval Vargem Família 2018. Nele, foram divulgadas atrações musicais, local, e muitas outras informações. Acontece que ainda não há nada oficializado. Inclusive o local, que precisa ser aprovado pelos Bombeiros.

Correria

O Carnaval termina na terça-feira, dia 13 e logo no dia 24, já consta a Festa do Milho no calendário de eventos culturais da cidade. O mês de fevereiro será de muito trabalho para o Departamento de Cultura e para as entidades de Vargem.

ACI

Não houve inscrição de chapas para concorrer a eleição da Associação Comercial e Industrial (ACI). Assim, foi prorrogado por mais um ano o mandato da diretoria atual, que tem o empresário Mario Malagutti como presidente.

Abono

A data base dos funcionários públicos da Câmara municipal é o mês de fevereiro. Assim, foi apresentado um projeto de lei na sessão extraordinária de quinta-feira, dia 25, propondo um abono de R$ 1 mil aos servidores da Câmara Municipal a ser pago em parcela única em dezembro. Há também um projeto em tramitação que prevê o reajuste salarial em 3%, que ainda não foi colocado em discussão.

Pediu vistas

O vereador Paulinho da Prefeitura (PSB) pediu vistas ao projeto do abono. À Gazeta, ele ressaltou que não tem nada contra os servidores da Casa, mas avaliou que seria mais prudente o Legislativo aguardar e analisar qual será a proposta do Executivo para os funcionários públicos municipais. Paulinho observou que este abono pode ser concedido futuramente, sem prejuízos aos servidores da Casa. Em 2017, causou grande polêmica a proposta de reajuste salarial dos servidores da Câmara de 10% e o abono de R$ 2 mil.

Cidadãos vargengrandenses

O deputado federal Paulo Teixeira e o ex-deputado Simão Pedro, ambos do PT, que tiveram o título de Cidadão Vargengrandense aprovados pela Câmara no ano passado, deverão receber as honrarias no dia 16 de março, conforme adiantou o vereador Paulinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui