Prefeitura define formato do Carnaval 2018

0
676
Em 2017, prefeitura realizou matinê na Casa da Cultura. Foto: Arquivo Gazeta

Faltando apenas duas semanas para o início do Carnaval 2018, a prefeitura de Vargem enviou à Câmara, um projeto de lei para definir os moldes da festa. A proposta, que foi aprovada pelos vereadores, aponta para um Carnaval aos moldes da organização da Festa da Batata do ano passado. O evento poderá ser realizado pelas entidades assistenciais, que podem contratar ou não uma empresa terceirizada para organizar a festa. O local escolhido pela prefeitura é o Estádio Municipal Dudu Ramão. No entanto, ainda é necessário a obtenção dos alvarás para esta definição.
Uma das empresas que pode ficar responsável junto às entidades para a realização do Carnaval é a Solução Eventos. Inclusive na quinta-feira, dia 25, vazou na Internet um vídeo promocional, que foi assistido e compartilhado por muitas pessoas, apontado a Solução como uma das realizadoras da festa ao lado das entidades assistenciais, divulgando inclusive uma grade de atrações.
Procurado pela Gazeta, o responsável pela empresa lamentou o ocorrido e afirmou que não há nada oficializado sobre o Carnaval ainda.

Projeto

Na quinta-feira, dia 25, a Câmara aprovou o projeto de lei que regulamentou a permissão do uso do estádio para a realização do Carnaval. Pela proposta, o Carnaval será realizado pelas entidades que demonstraram interesse, que podem terceirizar a organização.
Questionada pela Gazeta, o prefeito Amarildo Duzi Moraes informou que a prefeitura não tem ainda condições financeiras para realizar esta festa. “Sabedores do quanto a população aprecia o Carnaval, iniciamos uma conversa com alguns representantes de entidades para verificar a possibilidade de realizarmos o Carnaval nos moldes que foi realizada a última festa da Batata”, explicou.
“Algumas entidades mostraram interesse na organização, por isso, encaminhamos o Projeto de Lei para análise da Câmara Municipal. Como o projeto foi aprovado pelos vereadores nesta quinta-feira, dia 25, a prefeitura está conversando com as entidades interessadas e tomando outras medidas necessárias, como por exemplo, o A.V.C.B do Corpo de Bombeiros”, disse.
“As entidades estão acertando com uma empresa terceirizada a organização do evento. Se tudo correr bem, pode acontecer o Carnaval no estádio da Santa Terezinha (Estádio Dudu Ramão), cujo gramado está totalmente comprometido por ervas daninha, sendo necessária a troca da grama. Tudo ocorrendo de acordo com as exigências legais, teremos o Carnaval. Neste caso, será cobrado na portaria o valor máximo de R$10.00 por pessoa visando cobrir as despesas e aferir algum recurso para manutenção das entidades”, adiantou Amarildo.

Em 2017, prefeitura realizou matinê na Casa da Cultura. Foto: Arquivo Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui