Desetran alerta motoristas sobre cuidados na volta às aulas

0
794
Desetran alerta motoristas sobre cuidados na volta às aulas. Foto: Prefeitura

O ano letivo já começou em muitas escolas de Vargem Grande do Sul e para garantir a segurança de pais e alunos, o Departamento Municipal de Segurança e Trânsito (Desetran) alerta sobre algumas das infrações mais comuns nesta época.
Flávio Dei Agnoli, diretor do Desetran, observou que é comum encontrar não somente infrações de trânsito, como também condutas inadequadas de pedestres e ciclistas, que além de colocarem as pessoas em risco, também causam transtornos a outros usuários da via pública.
Aos pais e alunos pedestres, o agente de trânsito Marcelo Augusto Strazza dos Santos recomenda que andem sempre pela calçada e em caso de falta desse passeio público, sempre na borda da rua, o mais longe possível do fluxo de veículos. As travessias devem ser feitas sempre com atenção, olhando para os dois lados da via e preferencialmente nas faixas de pedestres, sempre que possível sinalizando ao motorista por gesto com o braço a intenção de atravessar a rua. Segundo ele, é importante que os acompanhantes das crianças de até 10 anos tenham atenção redobrada, preferindo andar de mãos dadas com elas.
Ciclistas devem obedecer a sinalização, evitando transitar na contramão e parar a bicicleta em locais impróprios como sobre as faixas de pedestres. Devem ainda transitar pelo lado direito e desmontar da bicicleta quando for utilizar passeios e calçadas ou quando for atravessar nas faixas de pedestres.
O agente de trânsito Gustavo Luís Scacabarozi alerta que os condutores de motocicletas devem sempre utilizar capacetes de segurança com viseira abaixada ou óculos de proteção sempre que estiver em movimento, sendo que a criança que for levada como carona, deve utilizar capacete com tamanho adequado. Somente crianças a partir de sete anos podem ser transportadas em motocicletas, sendo que a infração por transportar menores de sete anos é gravíssima, soma 7 pontos na CNH do condutor e leva à suspensão da mesma.
Pais que levam as crianças em seus carros, devem respeitar a resolução 277/2008 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Crianças entre 1 e 4 anos de idade devem ser transportadas no banco traseiro, sempre utilizando a cadeirinha. Crianças entre 4 e 7 anos e meio devem utilizar o assento de elevação sempre no banco traseiro e com o cinto de segurança. A partir de 7 anos e meio ou caso antes dessa idade, desde que a criança já tenha estatura suficiente para utilizar somente o cinto de segurança, sem que este cause incômodo no pescoço, pode-se dispensar o assento elevado sendo transportada somente no banco traseiro. A criança somente poderá utilizar o banco da frente a partir dos 10 anos e sempre com o cinto de segurança.
Segundo o agente Scacabarozi é importante também que os condutores respeitem a lotação máxima dos veículos, não transportando mais passageiros do que a sua capacidade. Destaca ainda que é fundamental o respeito às normas de trânsito, procurando estacionar corretamente o veículo, sobretudo respeitando as vagas regulamentadas para veículos escolares e evitando o estacionamento ao lado de outro veículo em fila dupla, que infelizmente é comum principalmente nas escolas do Centro de Vargem, onde muitas vezes os condutores cometem esta infração enquanto esperam seus filhos, prejudicando assim o fluxo dos demais veículos.

Vans

Aos pais que contratam Veículos Escolares para transportar seus filhos, o Desetran recomenda que se informem antes, para não contratarem pessoas despreparadas e com veículos irregulares, que não oferecem boas condições de segurança. Segundo o agente Marcelo, o ideal é verificar se o motorista tem o curso de Transporte de Escolares e suas atualizações. A Portaria 1.310/2014 do Detran-SP, determina que o condutor de veículo escolar deverá portar o registro atualizado de cada escolar transportado, contendo nome, data de nascimento e telefone.
O veículo deve obrigatoriamente estar registrado na categoria aluguel (ter placas vermelhas), ser caracterizado como veículo escolar, com tarjas amarelas e inscrições em preto ou inscrições em amarelo caso o veículo seja da cor preta. O veículo deve ainda além de todos os dispositivos de segurança, ter os espelhos retrovisores e a câmera-monitor de ré nos termos da Resolução do Contran nº 504/2014 que passou a vigorar no dia 1º de janeiro de 2018.
A colaboração mútua, o exercício dos deveres e o respeito ao direito de cada um é essencial para segurança e boa mobilidade de todos, conforme ressaltou o Desetran.
Nas férias de julho, todas as escolas da cidade receberão nova sinalização, tanto vertical como o horizontal, visando o bem-estar e segurança dos motoristas, pedestres e ciclistas, melhorando a fluidez do trânsito e permitindo melhor utilização da via pública, com faixas de pedestres, estacionamento de carga e descarga e veículos escolares. “Evite multas, respeite as Leis de Trânsito e os demais usuários da via pública”, finalizou Flávio.

Mão única

Desde a última quinta-feira, dia 1º de fevereiro, a rua Alex Sandro Bassan, no Jardim Santa Marta, deixou de ser sentido duplo de direção e passa a ser sentido único. Segundo o informado pela prefeitura, a mudança tem como objetivo aumentar a fluidez do trânsito e segurança aos pedestres. Flavio Dei Agnoli, diretor do Departamento de Segurança e Transito (Desetran) pede a colaboração de todos e comunica que é recomendável que os condutores fiquem atentos à sinalização para evitar a ocorrência de acidentes.

Desetran alerta motoristas sobre cuidados na volta às aulas. Foto: Prefeitura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui