Via Crucis está em fase de conclusão

0
1328
Via Crucis está em fase de conclusão. Foto: Comissão Via Crucis

O grupo de voluntários que está construindo uma Via Crucis no trecho de Vargem Grande do Sul do Caminho da Fé está a todo vapor para as últimas fases do projeto. A iniciativa, que começou no segundo semestre do ano passado, conta com estações que representam a paixão e ressurreição de Cristo e um monumento à Nossa Senhora Aparecida, cujo jubileu de 300 anos foi celebrado em 2017.
Durante este período, os membros da comissão criada para a tarefa se desdobraram para em tão curto período reunir a autorização dos proprietários de terra onde as estações seriam erguidas, desenvolver o projeto, obter as doações para as estruturas, confeccionar os módulos em concreto, montar as placas, reunir pedreiros que trabalharam voluntariosamente, entre outros afazeres. Muitos trabalharam com a mão na massa, atuando como pedreiros, motoristas, montadores, etc.
O projeto agora segue em sua etapa final. Após várias tentativas a respeito, foi finalmente decidido o local de construção do monumento de Aparecida, que completa o projeto da Via Crucis, já em fase de acabamento.
As estações foram construídas nos 12 km do trecho do Caminho da Fé, a partir do trevo que leva Vargem ao bairro do Perobá, encerrando com a Ressurreição de Cristo, na Pousada da Cidinha do Cuti.
Segundo a comissão, o terreno foi conseguido graças à colaboração de Paula Andrade Cavalheiro, doadora que cedeu um espaço de terra de sua propriedade, logo após o trevo que dá acesso ao bairro Perobá.
A arte em mosaico com a imagem de Aparecida foi executada por Maria de Lourdes Zarif Moukarzel. O monumento tem o projeto da arquiteta Marcela Cacholla, em parceria com a Comissão Via Crucis, presidida por José Roberto Pereti, que conta com pedreiros voluntários.
“Esta Comissão participou de todas as etapas da construção de cada estação da Via Crucis e tem feito o trabalho com muita dedicação, deixando seus afazeres para trabalhar todos os sábados desde que o dia amanhece, no sol ou na chuva. Necessitará agora, nesta fase final, de ajuda financeira para o monumento que, maior que os outros, demandará mais gastos. Assim, gostaríamos de estabelecer um canal através do qual as pessoas possam prestar sua colaboração, uma vez que todos os recursos e doações levantados já foram usados no projeto”, observaram os representantes da Comissão.
Um expressivo número de peregrinos já passoupela Via Crucis recentemente, por ocasião dos 300 anos do aparecimento da imagem de Nossa Senhora no rio Paraíba e também agora no Carnaval. Além de visitar cada estação recomendaram, na Pousada da Cidinha, que sejam feitos agradecimentos a todos que abraçaram esta ideia, incluindo alguns pontos de água quase nunca encontrados no longo percurso de 571 km saindo da cidade de Sertãozinho até Aparecida.

Doações

As doações podem ser feitas em espécie ou diretamente nas lojas específicas, uma vez que a maior parte se refere a concretagem, com uma grande utilização de cimento. Informações pela página do grupo no Facebook: Via Crucis Caminho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui