Casa de Passagem precisa de doações

0
861
Casa de Passagem precisa de doações. Foto: Gazeta

Com as quedas da temperatura nesta última semana, a procura por abrigo aumenta na Casa de Passagem Heitor Andrade Fontão que tem capacidade máxima para 11 pessoas, sendo cinco camas destinadas a mulheres e seis camas destinadas aos homens. A assistente social responsável pelo local relatou que a entidade precisa de doações de roupas e comida. A Casa abre para atendimento ao público a partir das 17h, diariamente.
A assistente social Ana Piconi, que é responsável pela Casa de Passagem, contou que com a chegada do frio a demanda aumenta, principalmente com relação aos moradores em situação de rua em Vargem Grande do Sul. “Há procura de cobertores também. Alguns procuram apenas banho e alimentação, pois tem um lugar para dormir, mesmo sendo na rua, pois se deixarem seus espaços, perdem o lugar”, explicou.
Ana disse ainda que há muita procura de roupas masculinas, agasalhos, chinelos, calça, meias e até mesmo cuecas. Ela comentou também que a Casa de Passagem oferece sopa todos os dias e que estão aceitando doações de legumes, carne e frutas, além de alimentos para o café da manhã, como leite, pão e manteiga.
Para que seja possível ter uma vaga na Casa de Passagem é preciso preencher uma ficha e apresentar algum documento oficial com foto, caso contrário, o indivíduo é impossibilitado de permanecer. Para os participantes do Projeto Raízes do Centro Especializado em Assistência Social (CREAS), que são os moradores em situação de rua, é possível pernoitar até três noites na Casa; os migrantes podem permanecer somente uma noite, a menos que tenha atestado médico indicando que o indivíduo precise de cuidados.
Após o preenchimento da ficha, o assistido passa por uma triagem com a assistente social e psicóloga para saber um pouco mais sobre a pessoa que será acolhida. “A triagem social é feita para saber há quanto tempo estão na rua, o motivo que os levou a essa situação, se ainda existe vínculo com os familiares, se faz uso de alguma medicação, se tem alguma fonte de renda, se faz uso de álcool ou drogas”, explicou a assistente social.
Quem desejar contribuir com a entidade, a Casa de Passagem Heitor Andrade Fotão fica à rua Maneco Nogueira, nº 261, no Centro. O telefone é o (19) 3641-1765.

Casa de Passagem precisa de doações. Foto: Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui