Estrutura e apoio ao agricultor

0
542
Associados da Cooperbatata participam de assembleia em fevereiro. Foto: Gazeta

Fábio Henrique de Oliveira, engenheiro agrônomo coordenador do Departamento Técnico da Cooperativa dos Bataticultores da Região de Vargem Grande do Sul (Cooperbatata) lembrou que Vargem Grande do Sul é uma região produtora de batata desde a década de 1960. “Uma região que cresceu, foi pioneira no sistema de irrigação, é pioneira em todo tipo de tecnologia de agricultura de precisão, de fertilidade de solo. Então nossos produtores hoje são muito conscientes, muito profissionais. Temos a Cooperbatata que dá apoio ao produtor, assistência técnica e comercialização de defensivos. Temos a ABVGS, que dá apoio muito grande na importação de sementes e nas demandas do dia a dia do produtor. Então, nós temos orgulho de trabalharmos nessa região. Mas, nosso produtor, infelizmente, vem de um decréscimo, pois no ano passado os preços já não foram compensatórios e esse ano começamos com preços que no início desanimam. Mas o produtor é guerreiro, não desanima nunca”, avaliou.

“Mas, rogamos a Deus e pedimos a esse mercado para dar força pro nosso pessoal, pois o investimento é muito grande”, observou. De acordo com Fábio, o custo de um saco de batata de 50 kg atualmente está na casa de R$ 42,00. Dessa forma, o produtor precisa vender a mais de R$ 40,00 no chamado preço de roça para começar a ganhar.

Os preços

A safra começou em julho com preços em baixa. Na ocasião, o produtor estava recebendo de R$ 30,00 a R$ 35,00 a saca de 50 kg com o preço de roça. Há algumas semanas, o preço caiu.

Na ocasião da entrevista, feita na primeira semana de julho, Fábio lembrou que o mercado ainda poderia mudar, uma vez que outras regiões produtoras estavam encerrando suas colheitas. “Paraná termina agora. Daqui 10 dias, Sul de Minas está terminando. Então o mercado pode mudar. A batata de Vargem começou com uma produtividade mais baixa, vai aumentando até chegar ao topo que é agora no mês de julho, agosto e setembro. E é uma batata de muita qualidade, graúda, com uma pele diferenciada. Então, quando o mercado começa a receber a batata de Vargem Grande, ele tende a melhorar, pois a mercadoria nossa é uma mercadoria especial, é uma mercadoria de qualidade”, avaliou

De acordo com as cotações disponibilizadas na página da ABVGS, a saca de 50 kg de batata Ágata no mercado de São Paulo no dia 25 de julho, era de até R$ 40,00.

Associados da Cooperbatata participam de assembleia em fevereiro. Foto: Gazeta

Casa da agricultura

Fundada em 1962, a Casa da Agricultura de Vargem Grande do Sul é também uma grande aliada dos produtores rurais da cidade. O órgão oferece uma série de serviços, como documentações, licenciamentos, linhas de crédito, assistência técnica, etc. que o agricultor e pecuarista precisa para o dia a dia de seu trabalho. O engenheiro agrônomo Ciro Manzoni é responsável pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) de Vargem Grande do Sul, nome oficial da Casa da Agricultura.

O órgão oferece acesso a todas as linhas de créditos rurais disponíveis, tanto para cultivo quanto para investimento, como aquisição de equipamentos de irrigação, maquinários, implementos, tanto para agricultura quanto para gado de corte e de leite. Elabora também laudos para créditos agrícolas e atestado de produção agrícola.

Ainda oferece assistência técnica para conservação de solo (curvas de nível), atua intensamente junto aos produtores durante a campanha de vacinação contra a febre aftosa, oferece apoio para a documentação de licenças ambientais, Cadastro Ambiental Rural, Plano de Regularização Ambiental, assessoria para a construção e limpeza de açudes, ainda faz a comercialização de sementes, principalmente milho e feijão.

No local é feita a emissão da Declaração de Aptidão ao Pronaf, que é a documentação de produção de agricultura familiar. Com isso, o agricultor familiar pode ter acesso a recursos, comercializar junto à esfera pública, como por exemplo, para merenda escolar, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui