Pessoas tentam passar cheques falsos em comércios da cidade

0
518

Um homem foi preso na noite do último sábado, dia 4, após tentar passar um cheque falso em um supermercado de Vargem. Consta em boletim de ocorrência que os policiais militares Siqueira e Cristiano foram acionados via Copom para irem até um supermercado no Jardim Paulista, pois no local haviam algumas pessoas tentando pagar as compras com cheques de uma outra pessoa, e que havia suspeita de serem falsificados.

Ao chegarem no local dos fatos, os PMs conversaram com o dono do estabelecimento, o qual lhes informou que estava em seu local de trabalho quando tomou conhecimento de seu conhecido, cujo o nome estava nos cheques, que pessoas desconhecidas haviam passado cheques falsos usando seus dados em um outro supermercado. Que tais cheques estavam com nominal inserido eletronicamente, o que ele não costuma fazer, e também foi informado que a textura dos cheques era diferente. Após ser alertado por seu conhecido, ele se dirigiu até os caixas e informou às funcionárias que o avisassem se recebessem algum cheque em nome do homem.

Cerca de dez minutos depois dele alertar as funcionárias, três delas chegaram até seu escritório na posse de três cheques do banco Sicoob, preenchidos eletronicamente em nome do homem que o havia alertado e com nominais eletronicamente preenchidas em nome de E.A.R., F.M.A.C. e E.R.C., nos valores de R$ 823,00, R$ 849,00 e R$ 850,00. Após a verificação, ele ligou imediatamente para o seu conhecido, informando que estava na posse de três cheques em seu nome, o qual informou que já estava indo até o estabelecimento.

O homem chegou ao supermercado e acionou a PM, sendo que duas das pessoas que estavam com o cheque conseguiram fugir do local e uma terceira permaneceu no local, e foi identificado como sendo F.M.A.C. de 29 anos. Um de seus comparsas ao fugir deixou para trás um RG em nome de E.A.R.. O dono do estabelecimento não sofreu prejuízo.

O representante do supermercado onde os cheques foram passados pela primeira vez, foi avisado e compareceu a delegacia junto com suas funcionárias que atenderam as pessoas que lhes pagaram com os cheques. Nos dois estabelecimentos foram feitas compras que foram levadas pelos estelionatários e uma dessas pessoas foi reconhecida pelas testemunhas.

F.M.A.C. se negou a dizer onde foram guardadas as compras, como elas foram levadas e onde seus comparsas poderiam ser encontrados, ele apenas reconheceu que errou quando usou os cheques que foram apreendidos em seu poder.

Diante dos fatos o homem recebeu voz de prisão em flagrante e foi apresentado na delegacia, onde a autoridade policial ratificou a voz de prisão e ele foi levado a cadeia pública de São João da Boa Vista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui