Prédio do antigo Clube Vargengrandense agora faz parte do patrimônio público

0
980
Prédio do Clube Vargengrandense foi arrecadado pela prefeitura. Foto: Reportagem

Na última semana foi decretado o término do processo de arrecadação do imóvel do antigo Clube Vargengrandense. O processo teve início em junho desse ano, utilizando um meio jurídico previsto na Lei nº13.456/17, que permite que a Prefeitura se aproprie do imóvel para a destinação adequada.

Na sexta-feira, dia 24, o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) fez uma vistoria do imóvel, acompanhado por diretores da prefeitura e também pelos vereadores Canarinho (PSDB), Guilherme Nicolau (MDB), Fernando Corretor (PRB), Paulinho da Prefeitura (PSB), Laércio Anacleto (PPS) e Zé Luís da Prefeitura (PPS).

Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura a intenção inicial é reformar o local para que se torne o centro de Convivência de Idosos. “Nos próximos dias a prefeitura ingressará no imóvel para analisar as condições estruturais do ambiente para que aconteça a reforma” informou a assessoria. O início da reforma e o quanto será investido pela prefeitura ainda não foi previsto.

Segundo informações da prefeitura, constava no estatuto do antigo Clube que quando o clube deixasse de cumprir com suas funções sociais, o imóvel e demais bens pertencentes seriam destinados a entidades assistenciais do município. O processo de arrecadação ofereceu chances a algum responsável ou representante do proprietário do imóvel de manter o bem em seu patrimônio, o que não aconteceu.

Na sessão de Câmara da segunda-feira, dia 20, Canarinho parabenizou a prefeitura pela iniciativa de arrecadar o imóvel. “Foi uma ação importante. É um imóvel que está no Centro da cidade e estava abandonado. Havia uma diretoria que se desfez, a municipalidade pode reaver e agora pode investir”, lembrou.

O Clube Vargengrandense, inicialmente nomeado como Centro Artístico e Recreativo Carlos Gomes, foi fundado em 15 de janeiro de 1919 por Capitão Francisco Ribeiro da Costa, o Chico Ribeiro.

Um dos fundadores, Lindolfo Barbosa, organizou para que a sociedade conseguisse adquirir o prédio por meio de doações, tornando o local um ponto para a sociedade vargengrandense, sediando eventos e atividades na cidade.

O Centro Artístico tinha como presidente Antônio Carril Filho e a partir de 1938 foi reformado internamente, criando-se o Clube Vargengrandense, que está desativado há cerca de 30 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui