Escolas Municipais ficam acima da média no Ideb

0
321
Escolas Municipais ficam acima da média no Ideb. Fonte: Ideb

O Ministério da Educação (MEC) divulgou no dia 3 de setembro, as notas das provas aplicadas nas escolas de todo o país no final de 2017, pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

O Ideb foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e é formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

O índice é um indicador nacional que monitora a qualidade da Educação pela população, para tanto é medido de duas maneiras. A primeira é a partir da taxa de rendimento escolar, visando a aprovação dos alunos, e a segunda é analisando as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep, como a Prova Brasil para escolas e municípios e o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) para os estados e o país.

O objetivo do Ideb nas escolas e nas redes de ensino é alcançar 6 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

O município de Vargem Grande do Sul teve nota 7,1 na rede de ensino municipal em 2017, estando acima da meta média projetada até o ano de 2021, que é de 6,8. Em 2015, a nota do município foi de 6,6.

Em uma postagem em sua página do facebook, o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) agradeceu e parabenizou a todos os envolvidos na nota do município. “Como gestor público, devo reconhecer o trabalho realizado pelo Departamento de Educação. Devo agradecer desde a pessoa responsável pela limpeza até a diretora de Educação. Devo agradecer aos pais e, principalmente, aos alunos que no ano passado estavam na quinta série. Educação se faz com comprometimento”, disse.

As escolas municipais, em suas médias individuais, também ficaram acima da média esperada para o ano, algumas já ultrapassam até o que foi projetado como meta para 2021.

Desempenho

A escola com maior nota no Ideb foi a EMEB Darci Troncoso Peres de Carvalho, que teve 8,0 de nota, ficando acima da média de meta prevista para 2021, que é de 7,1. Em seguida, ficou a Creche e EMEB Padre Donizetti, com um total de 7,4, ficando acima da média projetada para 2019 que é 7,3, e abaixo da média esperada para 2021 que é 7,5.

A EMEB Mário Beni teve nota média de 7,3 ficando acima da nota projetada para o ano de 2021 que é 6,9. Em seguida, a EMEB Henrique de Brito Novaes entra com nota 7,0, ultrapassando a meta esperada para 2021 que é de 6,3.

Logo após, com 6,8, vem a EMEB Francisco Ribeiro Carril, ficando acima da meta esperada para o ano de 2021 que é 6,6. A EMEB Antônio Coury e a EMEB Nair Bolonha tiveram nota 6,7, ambas ficando acima da média projetada para 2021, que da EMEB Antônio Coury é 6,6 e da EMEB Nair Bolonha é 6,9.

Avaliação

Segundo a Diretora do Departamento de Educação, Renata Taú Perroni, as notas do munícipio se devem a um trabalho gradativo iniciado há mais de 10 anos, envolvendo todos os profissionais da área. “Ficamos imensamente felizes com a evolução da nota do Ideb, este resultado é fruto de um trabalho crescente e contínuo, uma vez que sabemos que na Educação nada acontece de uma hora para outra, tudo faz parte de um processo iniciado há mais de 10 anos e de um esforço de todos os profissionais envolvidos: professores, diretores, coordenadores, serventes, merendeiras, inspetores, apoio técnico entre outros”, contou.

Para Renata, o bom desempenho do município teve a contribuição de novas medidas implantadas pelo Departamento nas escolas. “Alguns fatores que contribuíram para esta evolução foram: o material escolar que garante uma igualdade de recursos, a implantação de um sistema de ensino que oferta um padrão de qualidade à todos os alunos, no caso do nosso município o sistema adotado é o Anglo e as formações pedagógicas contínuas que orientam e oferecem instrumentos para a qualidade no trabalho dos professores e colaboradores das nossas sete escolas municipais”, explicou.

As metas de evolução para o ano de 2019 já estão em andamento e aprimoramento. “Para continuarmos contribuindo na evolução dos índices de qualidade da educação em nosso município, para o ano de 2019 propomos o fortalecimento do currículo na Educação Infantil com a ampliação do Sistema Anglo para os alunos de creche a partir de dois anos de idade, com aulas de inglês com o uso do material Anglo para todos os alunos do infantil e do fundamental e com implementação de ações e recursos didáticos e humanos que aprimorem o atendimento às crianças da Educação Especial”, informa Renata. “Aproveito a oportunidade para parabenizar e agradecer toda a equipe da Educação Municipal pelo empenho e dedicação para que esse sucesso fosse possível”.

Estado

No entanto, a nota do município de Vargem Grande do Sul na rede de ensino estadual para o ensino fundamental foi de 5,0 em 2017, avaliação que ficou abaixo da média projetada para o mesmo ano, que era 5,5. As únicas avaliações que ultrapassaram as metas projetadas foram as de 2007 e 2009.

Das escolas estaduais do ensino fundamental, em suas médias individuais, a que obteve maior média foi a EE Benjamin Bastos, com um total de 5,5, ficando abaixo da média esperada para esse ano que era de 6,1. Em seguida, teve a EE Gilberto Giraldi com 5,2, também abaixo da meta que havia sido projetada para o ano, que é 5,5.

A única escola estadual que obteve média equivalente à meta projetada para esse ano foi a EE José Gilberto de Oliveira Souza, com média 4,8. A EE Achiles Rodrigues obteve média de 4,2, ficando, também, abaixo da média do ano que era de 5,0.

Não havia metas projetadas para notas de Vargem Grande do Sul ou das escolas individuais na rede de ensino estadual para o ensino médio no ano de 2017, porém a nota do município foi de 4,1.

As notas individuais das escolas de rede de ensino estadual para o ensino médio foram: A Etec de Vargem Grande do Sul obteve nota 5,5, a EE Alexandre Fleming teve nota 4,1 e a EE Achiles Rodrigues teve nota 3,6.

Escolas Municipais ficam acima da média no Ideb. Fonte: Ideb

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui