Prefeito de Mococa renunciou

0
934
Wanderley e seu vice, Felipe Naufel. Foto: Cidade News

Cidade News

O delegado de Polícia Wanderley Martins não é mais o prefeito de Mococa. O ex-chefe do Executivo municipal renunciou ao mandato na noite da segunda-feira, dia 1º, alegando não ter se adaptado à vida política.

O prefeito encaminhou à Câmara de vereadores sua carta renúncia que foi lida pela presidente do Legislativo, Elisângela Mazieio, durante a sessão ordinária. A decisão foi comemorada pelo grande número de pessoas presentes no Plenário.

Eleito em abril do ano passado, com mais de 17 mil votos, Wanderley Martins começou sua gestão causando polêmica pela quantidade de cargos de confiança criados. Vereadores oposicionistas reclamavam que, vários requerimentos pedindo informações sobre diversas compras com preços acima dos praticados no mercado, nunca eram respondidos.

Investigado pelo Ministério Público por indícios de fraude em licitação na compra de um programa de computador, Wanderley Martins chegou a ter seus bens bloqueados, pedido de devolução de R$ 700 mil aos cofres públicos, cassação do mandato e a suspensão dos seus direitos políticos.

Uma liminar do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) determinou a suspensão do contrato de gestão firmado entre a Prefeitura de Mococa e o Instituto Nacional de Pesquisa e Gestão em Saúde (Insaúde), empresa que cuida da saúde pública da cidade e, segundo o MP, por se tratar de uma organização criminosa. A participação de agentes e desvio de dinheiro público também estão sob investigação.

Comissão Processante

Em 20 de agosto, um pedido de abertura de Comissão Processante, proposto pelo vereador Elias de Sisto, foi rejeitado por 8 votos a 6 na Câmara Municipal. A população se mobilizou e passou a colher assinaturas para formalizar outro pedido de abertura de CP. Neyre Adriana Gonçalves de Almeida e Luis Fernando dos Santos (Tidi Thai) coordenaram o movimento que conseguiu cerca de 5 mil assinaturas que foram  protocoladas na segunda-feira, dia 1º, na Câmara Municipal, o que pode ter influenciado  na decisão da renúncia de Wanderley Martins.

Vice

Com a renúncia do prefeito Wanderley Martins, seu vice Felipe Naufel, assume o cargo de chefe do Executivo. A assinatura do termo de posse aconteceu na tarde da terça-feira, dia 2, na residência de Naufel por ele estar se recuperando de uma cirurgia.

Na ocasião a presidente do Legislativo, Elisângela Maziero e o 1º Secretário da Câmara, Elias e Sisto, após a assinatura do termo, declararam legalmente Felipe Niero Naufel  prefeito do Município de Mococa. O mandato vai até 31 de dezembro de 2020.

Wanderley e seu vice, Felipe Naufel. Foto: Cidade News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui