Com galeria vazia, vereadores debatem orçamento 2019

0
506
Com galeria vazia, vereadores discutem o orçamento para 2019. Foto: Reportagem
Com galeria vazia, vereadores discutem o orçamento para 2019. Foto: Reportagem

A primeira audiência pública para discussão do orçamento municipal para 2019 foi realizada na última terça-feira, dia 23 de outubro. Excelente oportunidade para a população questionar e opinar sobre onde o Executivo vai investir o dinheiro público, a audiência teve a participação apenas de sete vereadores, Paulinho da Prefeitura (PSB), Célio Santa Maria (PSB), Laércio Anacleto (PPS), Serginho da Farmácia (PSDB), Canarinho (PSDB), Wilsinho Fermoselli (DEM) e Felipe Gadiani (MDB) e baixíssima adesão da população, para não dizer inexistente.

A audiência foi realizada pela Comissão de Finanças e Orçamento, presidida por Paulinho. Ele destacou que a aplicação do orçamento é prerrogativa do Executivo, mas lembrou que a peça pode receber emendas e que os vereadores devem fazer sugestões para aprimorá-la. Na reunião, a população também pode discutir propostas e fazer sugestões, que deverão ser analisadas pela Câmara e posteriormente inseridas no orçamento, desde que sejam apontadas a origem e destinação das verbas.

Foram discutidas obras que constam no orçamento para 2019, como a construção de três novas creches na cidade, a retomada das obras da Escola Flávio Iared e do Mais Cultura. Também foi apontada a necessidade de desapropriação de uma área para a habitação popular e o reajuste previsto para o funcionalismo em 2019. Os vereadores ainda discutiram a construção de uma clínica veterinária aos moldes do que foi debatido durante uma reunião realizada no dia 18 e que envolveu diversos segmentos da cidade.

O presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, vereador Paulinho, propôs chamar o diretor de Finanças Moacir Rosseto e o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SSPM), Edson Bovo, para discutir a questão do reajuste da categoria e também alguns pontos da peça.

O orçamento para 2019 está previsto em R$ 127 milhões, sendo que R$ 103,3 milhões serão destinados à prefeitura, R$ 2,6 milhões para a Câmara, R$ 12 milhões para o Fupreben e R$ 9,5 milhões para o SAE.

A próxima audiência pública será realizada nesta terça-feira, dia 30 de outubro, às 19h, na Câmara Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui