Polícia Civil prende rapaz com mais de 80 porções de maconha

0
815
Cada kit de maconha encontrado vinha com 10 porções. Foto: Policia Civil
Cada kit de maconha encontrado vinha com 10 porções. Foto: Policia Civil

A Polícia Civil de Vargem Grande do Sul nos últimos meses vem realizando diversas ações para combater o tráfico de drogas na cidade e suas investigações são baseadas em informações obtidas através de várias fontes, o que possibilitou efetuarem a prisão de vários traficantes nos últimos meses.

Recentemente, a Polícia Civil apurou que um jovem de 19 anos, preso por tráfico em março do ano passado e solto em fevereiro deste ano, teria voltado a traficar em sua casa. Então foram realizadas várias diligências até a rua de sua casa no Jardim Paulista para averiguar os fatos, e na tarde da última quarta-feira, dia 28, policiais civis mantiveram a residência do rapaz sob observação.

Enquanto vigiavam a casa, a equipe notou a entrada e saída de diversas pessoas do imóvel, sendo algumas delas conhecidas por serem usuárias de drogas. Os policiais aguardaram o momento certo, até que avistaram dois jovens e uma moça subindo as escadas da casa, cuja porta da sala encontrava-se aberta, instante em que os policiais decidiram entrar no local.

De imediato as três pessoas foram detidas, enquanto o rapaz de 19 anos estava deitado em seu quarto. Um dos policiais ao entrar no banheiro que fica ao lado do quarto do jovem, localizou em uma gaveta da pia que estava aberta 8 kits de maconha, onde cada um deles continha 10 porções da droga e mais duas porções que estavam soltas. Na cozinha da residência, outro policial encontrou utensílios utilizados para embalar os entorpecentes, uma balança de precisão e um caderno com anotações em relação ao tráfico.

O jovem assumiu ser o dono da droga encontrada na casa e recebeu voz de prisão, sendo o mesmo autuado em flagrante e após o registro da ocorrência ele foi recolhido à cadeia pública de São João da Boa Vista de onde seguirá para audiência de custódia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui