Otimistas, comerciantes esperam boas vendas no Natal

0
596

O comércio de Vargem Grande já está preparado para atender os consumidores neste Natal. As lojas estão decoradas para trazer toda a magia das festas de final de ano para os clientes. A Associação Comercial e Industrial (ACI) também tem investido no fortalecimento do setor, com a Campanha de Natal, que vai sortear vários prêmios.

Muitas pessoas já receberam a primeira parcela do 13º salário e a indicação da economia é que haja uma evolução na movimentação de compras em relação ao ano passado. E nas lojas de Vargem Grande do Sul, a expectativa é de um maior volume de vendas.

Armazém

Adriana Nogues Beloni, da Armazém, está otimista. “Para o Natal deste ano, minha expectativa é boa. Eu achei que novembro foi um mês muito melhor que nos dois últimos anos, então eu acho que dezembro será melhor que no ano passado. As pessoas estão mais animadas, estão comprando mais, já estão procurando presentes de Natal em novembro, sendo que no ano passado as pessoas deixaram muito para o final, o que me deixou desesperançada. Não que eu tenha bola de cristal, mas imagino que dezembro será melhor que o ano passado por novembro ter sido”, avaliou.

Sobre os produtos que espera ter mais saída, Adriana aposta na versatilidade da loja. “Aqui vendemos de tudo um pouco. No ano passado, vendemos muito chinelinho e sapatilhas para o Natal, por ter preço bom e ser de marca boa. Então, minha aposta para o Natal este ano, e que estamos vendendo muito, são os tênis e blusinhas fresquinhas”, disse.

Relojoaria Zocolau

José Rubens Zocolau avalia que o setor está mais aquecido. “No meu ramo, que trabalha com mão de obra, temos condição de manter o trabalho, mas em minha opinião, o comércio de vendas aqueceu um pouquinho”, disse. “Mesmo com as dificuldades, estamos apostando, estamos ampliando, eu estou viajando para poder fazer uma grande promoção no final de ano”, afirmou. “O comércio de Vargem é pequeno, mas tem que ser aproveitado. Então, eu acredito que seja mais aquecido que ano passado”. Para este Natal, ele aposta na venda de relógios e joias. “Nos relógios, principalmente na linha da Lince, que é uma linha feminina que a Oriente lançou, e na parte masculina estamos apostando na X Games, que também é uma linha da Oriente”, afirmou.

Ateliê Kelli Carvalho

A comerciante Kelli Carvalho também avaliou que haverá um aumento nas vendas. “Minha expectativa para o Natal eu espero que seja boa, que seja pelo menos igual ao ano passado, pois 2017 para a gente foi um Natal muito feliz. Então, se conseguirmos manter já está bom por ter sido um ano difícil. Esse ano foi mais puxado, mas a expectativa é que conseguimos ter um crescimento em 10% em relação ao ano passado”, disse.

Para este Natal, ela acredita numa maior procura por calçados. “Eu aposto na linha de sapatos da loja que tem o próprio nome, porque a qualidade é muito boa e o custo benefício dele é bem abaixo do que é oferecido por aí. Então, esse que é o nosso carro chefe, tem uma grande procura”, disse.

Loja São Jorge

Arlindo Carmineti Neto, da Loja São Jorge, informou que espera um aumento em torno de 10% nas vendas para esse mês de dezembro, com relação ao mesmo período do ano anterior. “Devido a estarmos sempre inovando. Inclusive, recém ampliamos a loja no departamento feminino. Sempre apostamos em um crescimento e é isso que vem acontecendo pelas inovações, ampliação na loja, produtos de qualidade, com ótimo materiais e com preço acessível”, afirmou. Pela diversidade das linhas que oferece, ele acredita em uma boa procura geral. “Apostar em um único produto é difícil, por trabalharmos com calçados masculinos, femininos e infantis. Com confecção é a mesma coisa. Nós vendemos de tudo e sai tudo no geral. Na parte de confecção, estamos tendo uma alavancada nas vendas, está crescendo mais que o normal devido a essa ampliação que fizemos e aos produtos que estamos vendendo, cada vez procurando marcas que mais agradem, com qualidade e preço”, avaliou.

Raíssa

Vanda Navarro de Oliveira, da Raíssa, também aposta em um movimento maior. “Eu acredito que o Natal 2018 será melhor que o do ano passado, pois o verão está com tudo, e com tudo que temos, estamos com uma expectativa boa”, afirmou. “Nós estamos muito bem abastecidos. Acredito que as vendas para o Natal irão se intensificar após o dia 15”, avaliou. Em sua loja, ela acredita que a variedade é o ponto alto. “Estamos com linhas modeladoras e shorts sem costuras para festas e formaturas, além de sutiã para colar e com decote profundo. Acredito que pelo verão, irá sair bastante biquíni e pijamas curtos”, disse.

Oxigeniu’s

Ana Odila dos Santos Mafra, da Oxigeniu’s, também está otimista. “Eu acho que esse ano será melhor que o ano passado, se Deus quiser. Não aposto em nenhum produto específico, acredito que iremos vender de tudo um pouco. Com relação aos brinquedos infantis, os que mais estão saindo são os da linha da mini boneca LOL e itens da Patrulha Canina”, comentou.

Beleza Pura

Neide Pirola, da Beleza Pura, avalia que neste final de ano, a maior procura será por vestidos. “Pois todo mundo quer um vestido novo, blusinhas, roupas diferentes e uma semi-joia bonita, que é o que eu tenho na minha loja com uma marca diferenciada que todos gostam”, afirmou. “Nós esperamos o ano todo para o Natal e para o mês de dezembro em si, contamos com uma melhora na próxima semana, temos bastante esperança nessa época do ano”, comentou.

Lunayma

Mariana Haddad, diretora da Lunayma Magazine, falou sobre as vendas. “Nossa expectativa é que seja um ano de muitas vendas, afinal a Lunayma é uma loja nova na cidade e que vem para atender a necessidade do cliente de estar encontrando tudo que precisa para sua família em uma só loja: calçados, roupas e cama, mesa e banho, artigos de qualidade com excelentes formas de pagamento. Acreditamos que este ano o produto mais vendido no Natal será o básico chic. Ou seja, o produto que pode ser usado em diversas ocasiões, mas que tenha uma qualidade diferenciada como as camisetas básicas e polo da OGOCHI e Hering, os Jeans diferenciados, as rasteiras sofisticadas, os sapatênis de couro, os conjuntos modinha infantis, os cobreleitos, dentre tantos outros”

Opção

“Esse ano estamos apostando que será melhor que o Natal anterior, pois o ano todo o movimento foi mais baixo, então esperamos essa alavancada. Outra coisa que nos faz acreditar na melhora das vendas para esse Natal é que a Black Friday desse ano foi melhor que a do ano anterior, então nos dá uma esperança. Acredito que o que mais vai sair ainda seja o celular sem modelos específicos, pois vendemos de todos sem exceção”, disse Wilson Roberto Secco, proprietário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui