Procon dá dicas para quem comprar pela Internet no final de ano

0
636
Procon dá dicas para quem comprar pela Internet no final de ano. Foto: Reprodução Internet
Procon dá dicas para quem comprar pela
Internet no final de ano. Foto: Reprodução Internet

O final de ano é a época em que as pessoas mais fazem compras no Brasil. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), as festas de final de ano são a que mais movimentam o setor e apesar da expectativa de vendas não ser alta, a estimativa do órgão é que em todo país, o Natal movimentará R$ 34,5 bilhões, o que representa um avanço de 2,8% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Assim, além das lojas físicas, a utilização da internet como meio de compra para as festas de final de ano, desde os presentes para serem colocados nas árvores enfeitadas, até os das confraternizações como amigos-secretos, entre outros, está ficando cada vez mais comum.

Para que os possíveis problemas de comprar pela Internet não atrapalhe o final de ano, a coordenadora da fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) da Prefeitura de Vargem Grande do Sul, Kátia Regina Santiago Pereira, alertou aos consumidores sobre os cuidados que devem ser tomados ao efetuar compras on-line .

De acordo com a coordenadora, em primeiro lugar, após escolher o produto, o consumidor deve pesquisar se o site em que pretende comprá-lo é confiável. Para isso, no site www.procon.sp.gov.br há uma lista de páginas não confiáveis, além de indicar que o consumidor pesquise no ‘Reclame aqui’, um site especializado em acompanhamento de queixas de consumidores.

O cliente precisa prestar muita atenção se o produto que está sendo vendido será entregue pelo site que está anunciando ou se a responsabilidade de entrega é de terceiros. Neste caso, a pesquisa deve ser feita pelo nome da empresa responsável pela entrega.

O consumidor deve procurar efetuar os pagamentos por empresas que asseguram devolução dos valores pagos em caso de não cumprimento de entrega por parte do fornecedor, gerando uma segurança a mais ao internauta.

Além disso, é importante desconfiar caso a diferença de preço for muito grande dos outros lugares, pois muitas vezes são fraudes e o consumidor perde os valores pagos.

Ao optar pelo pagamento em boleto bancário, ao imprimi-lo, o consumidor deve verificar se o código de barras que foi impresso é o mesmo que aparece na tela antes de efetuar qualquer pagamento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui