Natal: Com Maria celebrar a festa família

0
624

Onde nasceu a mais extraordinária família senão na gruta de Belém? Foi lá, com o nascimento do Menino, que ela se originou. Foi lá que emanou pela primeira vez no coração de Maria e de José o amor por uma terceira pessoa: o Deus feito criança. Família. Eis uma palavra que encerra um significado imenso, rico, profundo, sublime e simples, principalmente real. Ou existe família, ou não existe.

Clima de família é clima de compreensão, de calma serena; clima de segurança, de unidade, de amor mútuo, de paz que invade os seus membros em todo o seu ser. Quisera que este Natal gravasse com letras de fogo em nosso espírito esta palavra: família. Uma família cujos membros, partindo da visão sobrenatural, isto é, reconhecendo Jesus uns nos outros, chegam às expressões mais concretas e simples, próprias de uma família. Uma família cujos irmãos não têm um coração de pedra, mas de carne, como Jesus, como Maria, como José.

Com Maria queremos cantar o nosso Magnificat pelo grande dom que é a família. Esteja em cada um a alma de Maria que engrandece o Senhor, esteja em todos o espírito de Maria que exulta em Deus; se, segundo a carne, uma só é a mãe de Cristo, segundo a fé todas as almas geram Cristo; de fato, cada uma acolhe em si o Verbo de Deus. A alma de Maria engrandece o Senhor, e o seu espírito exulta em Deus, porque, consagrada com a alma e com o espírito ao Pai e ao Filho, ela adora com afeto devoto um só Deus, do qual tudo provém, e um só Senhor, em virtude do qual todas as coisas existem.

Nossa Senhora, convida-nos a fazer com que o Senhor encontre um abrigo na nossa alma e na nossa vida. Não devemos apenas levá-lo no coração, mas devemos levá-lo ao mundo, de forma que também nós possamos gerar Cristo para o nosso tempo. Peçamos ao Senhor que nos ajude a levar Jesus às nossas famílias.  Nunca como nos nossos tempos nossas famílias têm precisado tanto de Jesus.

Encerro citando as palavras do querido Papa Francisco: “O verdadeiro vínculo é sempre com o Senhor. Todas as famílias têm necessidade de Deus: todas, todas! Necessidade da Sua ajuda, da Sua força, da Sua bênção, da Sua misericórdia, do Seu perdão. E requer-se simplicidade. Para rezar em família requer-se simplicidade! Quando a família reza unida o vínculo torna-se mais forte”.

Nossa Senhora Rainha das Famílias, rogai por nós!

Feliz Natal em família para todos!

Pe. Luis Fernando da Silva

Coordenador Diocesano de Pastoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui