Polícia Civil apreende em 11 locais de SP equipamentos de telefonia furtados em Aguaí

0
512

Reportagem: Ignácio Garcia/O Município

A Força-tarefa da Polícia Civil de Aguaí, subordinada à Delegacia Seccional de São João da Boa Vista, descobriu nesta quinta-feira, dia 20, no bairro Capão Redondo, em São Paulo, 11 locais com equipamentos de telefonia furtados da empresa Vivo, em Aguaí, há aproximadamente 15 dias. A ação integra a segunda fase da Operação ‘Olho na Vivo’, iniciada em 2 de dezembro na cidade.

Foram apreendidos CPUs e cabos de telefonia e internet, componentes avaliados em R$ 400 mil. As instalações descobertas pela polícia aguaiana faziam distribuição clandestina de internet, segundo o delegado Jorge Mazzi, responsável pelas investigações.

Após coletarem informações e provas a respeito da quadrilha envolvida com furtos de equipamentos de empresas de telefonia e internet, o delegado e policiais civis do Setor de Investigações da delegacia de polícia de Aguaí deram cumprimento a mandados de busca e apreensão, localizaram e apreenderam os equipamentos em uma central ilegal de distribuição de internet no bairro da capital paulista.

“Solicitamos 11 mandados de busca em São Paulo e ‘estouramos’ uma central clandestina de distribuição de internet via cabo e recuperamos equipamentos avaliados em R$ 400 mil. Os objetos foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia de Aguaí, por onde tramita enquete sobre essa investigação. Após as devidas análises, com crivo do juiz, poderão ser decretadas as prisões dos investigados”, afirmou Mazzi.

Participaram da Operação ‘Olho na Vivo’ os investigadores Washington, Fernando, Humberto, Carlos, Ziane e Paulo.

Prisões e Apreensões

A operação apreendeu outros equipamentos avaliados em R$ 15 milhões. Quatro pessoas já foram presas e a polícia continua a investigação para chegar até outros integrantes da quadrilha.

Segundo a polícia, o grupo furtava os equipamentos das centrais da empresa, desmontava e recolocava as placas em outras peças para revenda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui