Wagner Cipolla foi reeleito provedor do Hospital

0
964
Wagner Cipolla fala sobre o ano de 2018 e projetos para 2019. Foto: Gazeta

O empresário Wagner Cipolla foi reeleito como provedor do Hospital de Caridade de Vargem Grande do Sul. A eleição para a Mesa Diretora da entidade aconteceu dia 18 de dezembro. O mandato dos eleitos teve início em 1º de janeiro de 2019 e seu término será dia 31 de dezembro de 2020.

A diretoria ficou composta com a reeleição do industrial e ex-proprietário da Bombas Thebe, Wagner  Vilela Cipolla como provedor, Carlos Alberto Oliveira como vice-provedor, o industrial José Carlos Buscariolli como secretário, o contador Denilson Fonseca Fracari como tesoureiro, e Ângelo Longuini Neto, Lucas Aparecido Ferreira e Murilo Bignardi Halla como mesários.

No mesmo dia também tomaram posse o novo diretor do Corpo Clínico, o médico Valdir Cheavegati Júnior e o vice-diretor, o médico Renato Chiavegati Milan.

Em entrevista à Gazeta de Vargem Grande, o provedor discorreu sobre a relevância do Hospital de Caridade para a cidade. “Como é do conhecimento de todos, este hospital é de fundamental importância a toda a população vargengrandense, pois de todo atendimento realizado em consultas, atendimento de urgência, emergência e internações mais de 65% são destinados aos usuários do SUS, o Sistema Único de Saúde, inclusive, desde agosto estão sendo realizadas “cirurgias eletivas” neste hospital, onde foram avaliados este ano, 399 pacientes e realizadas 114 cirurgias eletivas que se encontravam represadas no município, aliviando assim a longa fila de espera”, disse o provedor Wagner.

“Salientando que em relação a esses procedimentos esta entidade até o presente momento arca com um prejuízo em torno de R$ 66 mil, uma vez que a tabela praticada pelo SUS, não é reajustada desde 2008, e mesmo contando com a ajuda da prefeitura, não foi suficiente para bancar todas as despesas destes procedimentos”, comentou.

O provedor reeleito ainda avaliou como foi seu mandato. “No ano de 2018, foi levantado um empréstimo junto ao Bradesco no valor de R$ 1.600.000,00, tendo como garantia o repasse do Sistema Único de Saúde (SUS) pelo prazo de 84 meses, onde foi utilizado para quitar dívidas com os prestadores de serviços: médicos, laboratórios, serviço de imagem, fisioterapeutas e nutricionistas; os pagamentos dos funcionários desde abril de 2018 estão sendo quitados rigorosamente no quinto dia útil de cada mês; foi iniciada a reforma do ambulatório e recepção, obra orçada em R$ 515.625,19 tendo como Agentes Participantes a Caixa Econômica Federal, o Ministério da Saúde e o Hospital de Caridade, com término previsto para 30 de novembro de 2019; estão também em fase final de aprovação pela Caixa Econômica Federal mais dois convênios com o Ministério da Saúde, um no valor de R$ 300.000,00 para reforma do Setor ”B” e outro de R$ 250.000,00 para reforma da cozinha e lavanderia”, contou o provedor.

“Totalizando as reformas mencionadas, o resultado passa de um milhão de reais, recursos esses oriundos do Ministério da Saúde, por meio de Emenda Parlamentar da deputada federal Luiza Erundina, destinado exclusivamente para reforma desta entidade. Além disso, também foi levantado junto ao Bradesco uma conta garantida no valor de um milhão de reais para compormos o Patrimônio Mínimo Ajustado, necessário para iniciarmos o novo Plano de Saúde, que agora é exigência da agência reguladora. Estamos no aguardo do deferimento do pedido de registro junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar, afim de que possamos iniciar às atividades”, falou.

“Outro ponto importante a se ressaltar é a parceria com a Associação Setembro, que durante o exercício de 2018 auxiliou no pagamento das despesas com gêneros alimentícios, materiais, medicamentos, oxigênio, material de limpeza, lavanderia e funcionários, doando a esta entidade aproximadamente R$ 900 mil”, contou.

Mesmo com as dificuldades da entidade, Wagner disse que espera que esse ano siga o exemplo do ano anterior. “Resumindo, foi um ano muito difícil, mas, acho que estamos no caminho correto colocarmos nosso hospital em uma trajetória satisfatória para um futuro próspero. Para este próximo mandato, posso garantir muito empenho e dedicação, mas, também vamos precisar do apoio dos políticos, administradores públicos, médicos, população e da Associação Setembro, que além da perspectiva de importante ajuda financeira para 2019, é vitoriosa, pois conseguiu o mérito de sensibilizar e mobilizar a população de forma a enxergar no Hospital, sua fundamental importância para a área da saúde no município, pois é a única entidade que beneficia toda população vargengrandense, e que nosso Hospital continue no mesmo patamar que se encontra, ou seja, melhor do que a grande maioria das Santas Casas da região e por que não dizer do Brasil”, finalizou o provedor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui