Operação Sétimo Mandamento: Polícia Civil soluciona 38 crimes

0
937
Delegado Seccional Benedito Noronha e o delegado Wanderley mostram mapa utilizado nas investigações para a imprensa. Foto: Reportagem

Com a prisão de Bundinha e seu comparsa, 37 roubos e um sequestro foram solucionados

A Delegacia Seccional de Casa Branca apresentou na manhã da segunda-feira, dia 11, o resultado da Operação Sétimo Mandamento, que levou a prisão de Cristiano Antônio da Silva, o Bundinha, e André da Silva Cruz, responsáveis por uma série de roubos de caminhonetes na região.

Os dados foram apresentados pelo delegado seccional Benedito Antônio Noronha Júnior e o delegado Wanderley Fernandes Martins Júnior, responsável pela operação. De acordo com o informado, após a prisão da dupla, realizada na madrugada de 22 de janeiro, em Guaxupé (MG), a Polícia Civil passou a analisar roubos de caminhonetes na região que seguiam o mesmo modo de agir dos criminosos. Apesar de nenhum dos crimes terem ocorrido no município de Vargem, a grande maioria das vítimas reside nesta cidade.

De acordo com o relatado pelos delegados, muitos objetos apreendidos na casa onde a dupla estava e no sítio que Cristiano havia comprado em Guaxupé foram reconhecidos pelas pessoas roubadas pela dupla, o que possibilitou a solução desses casos. Os dois presos se negaram a falar com a Polícia Civil e afirmaram que só irão se manifestar em juízo.

Casos esclarecidos

As vítimas foram chamadas à Delegacia Seccional e pela área de Casa Branca foram esclarecidos oito roubos e uma extorsão mediante sequestro em Casa Branca. Dez roubos em Mococa, um roubo em Itobi, um roubo em São José do Rio Pardo e um em Tambaú.

O sequestro solucionado foi o de um jovem de Vargem Grande do Sul, ocorrido no dia 6 de março do ano passado, no município de Casa Branca. Na ocasião, uma das vítimas relatou que havia sido roubada em uma propriedade rural e que dez pessoas tinham sido rendidas por dois indivíduos armados e encapuzados, e que seu primo havia sido levado por eles junto com uma caminhonete Hilux de cor branca. O rapaz e o veículo foram localizados por volta das 17h de terça-feira, nas proximidades do quilômetro 245 da Rodovia SP 340. Em ato continuo, seu primo informou que havia pago uma quantia em dinheiro aos indivíduos para que o rapaz fosse solto.

Pela área da Seccional de São João da Boa Vista, foram cinco roubos em São João da Boa Vista, sete em Aguaí e um em São Sebastião da Grama. Pela Seccional de Ribeirão Preto foi resolvido um roubo ocorrido em Santa Rosa do Viterbo. Por fim, na área da Delegacia Seccional de Mogi Guaçu, foram esclarecidos dois roubos.

Ao todo, 37 roubos e uma extorsão mediante sequestro. Apesar de nenhum dos crimes terem ocorrido no município de Vargem Grande do Sul, a maioria das vítimas da dupla reside na cidade. Em alguns casos, os agricultores foram roubados mais de uma vez pela dupla. De acordo com os delegados, Cristiano e André tinham amplo conhecimento da região, especialmente das estradas rurais e as áreas de horto existentes entre Vargem, Casa Branca, Aguaí, Mococa e até Mogi Guaçu, o que possibilitava sua fuga e também contribuía para esconderem os veículos roubados.

Durante as investigações, a Polícia Civil utilizou um grande mapa, onde foram marcados os locais onde os crimes ocorreram e onde os veículos roubados para serem usados nos crimes foram encontrados posteriormente, o que mostrava a “área de atuação” da dupla, que se estendia até a divisa com Minas Gerais.

Todos os casos serão encaminhados para as Delegacias de Polícia onde os fatos ocorreram para que seja dada continuidade aos processos. Além destes casos, Cristiano já possuía oito mandados de prisão e André, dois.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui