Vargem e JCN decidem Taça dos Campeões Regionais 2019

0
752
Vargeana busca o bicampeonato no torneio. Fotos: Liga do Desporto Amador

A 7ª edição da Taça dos Campeões Regionais de Futebol, a Taça Sicoob Crediçucar, realizada pela Liga do Desporto Amador Vargengrandense e o Departamento Municipal de Esporte e Lazer da prefeitura será decidida entre a Associação Atlética Vargeana, de Vargem Grande do Sul, e o JCN Futebol Clube, de São João da Boa Vista. Os times se enfrentam na manhã deste domingo, dia 24, no Estádio Municipal Dr. Gabriel Mesquita, a Vargeana.

O time vargengrandense avançou para a final ao vencer no domingo, dia nos pênaltis o Futrap, de Tambaú. A partida foi recheada de polêmica, especialmente por parte da equipe de fora, que se queixou muito da arbitragem.

De acordo com Juninho Chareli, presidente da Liga, no primeiro tempo as duas equipes não tiveram muitas oportunidades. Já na segunda etapa, os dois times foram ao ataque. Aos 51 minutos, Leandrinho abriu o placar para a Vargeana, num lance bastante criticado pelos jogadores do Futrap, que viram impedimento no lance. A equipe de Tambaú pressionou até conseguir o empate com Gabriel, aos 74 minutos. No minuto seguinte, Gian virou para o Futrap.

A Vargeana empatou aos 87 minutos em cobrança de pênalti convertida por Fubá. A marcação da penalidade foi mais um lance que gerou muita reclamação por parte do Futrap. A decisão seguiu para a cobrança de pênaltis, com vitória da Vargeana por 4 a 3. O Futrap, invicto, foi eliminado e por apresentar a terceira melhor campanha do torneio, ficou com o terceiro lugar da Taça Sicoob Crediçucar 2019.

A equipe do JCN, que apresentou a melhor campanha da Taça, avançou à final após derrotar por 3 a 0 o time vargengrandense do Fertiplanta, que em sua primeira participação no torneio, fez um belo trabalho. No primeiro tempo, apesar do forte ritmo da equipe sanjoanense, os times não marcaram nenhum gol. Já na segunda etapa, o JCN dominou o Fertiplanta, abrindo o placar com David, aumentando a contagem com Antônio Telles e encerrando com Miller.

Os jogos tiveram como árbitros Thiago H. Alboguete, Paulo Andreatto e Ederson Turbiani, da Federação Paulista de Futebol.

Vargeana

Em entrevista à Gazeta de Vargem Grande, Marquinhos Moraes, treinador da Vargeana comentou sobre a campanha do time no torneio. “Foi muito boa, graças a Deus. Começamos perdendo numa infelicidade, no finalzinho do jogo. Mas tivemos pulso forte para buscar as vitórias nos jogos seguintes e classificarmos em segundo lugar geral, atrás apenas do JCN”, disse.

Ele comentou ainda que a Vargeana, que já venceu a Taça em 2014, vai lutar para manter o troféu na cidade. “Nosso objetivo era chegar a final e chegamos. Vamos pegar uma equipe forte, de um grupo de empresários, com um poder aquisitivo maior, onde o pessoal escolhe a dedo os jogadores. Uma equipe com 100% de aproveitamento na competição. Mas a Vargeana tem muitas condições de ganhar o título. É uma equipe que está desde o ano passado junta e neste ano, teve apenas a chegada do Wilian Paulista. Mantivemos a mesma equipe que foi campeã do regional em São João e campeã municipal de Vargem. Temos toda condição de bater de frente com o JCN”, avaliou Marquinhos.

Para ele, a expectativa é de um grande jogo neste domingo. “Final não se joga, tem que ir pra ganhar. Espero que a Vargeana faça um bom jogo. Sabemos da nossa qualidade, sabemos da qualidade do adversário. Será uma partida muito difícil, o JCN é uma equipe muito qualificada, muito boa. Esperamos que vença a melhor equipe e tenho convicção que será uma partida muito boa, sem favoritismo”, afirmou, ressaltando que ele aposta na união da Vargeana. “O segredo do sucesso da Vargeana é o mesmo de 2018: a grande união dentro do grupo, um jogador torcendo para o outro, apoiando. Independentemente do resultado, o sucesso é essa união. Não tem estrelas é só raça, determinação, garra e união”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui