Painel 23 de fevereiro de 2019

0
593

Ebulição

Obviamente ainda é muito cedo para se discutir as próximas eleições municipais, que ocorrerão apenas em 2 de outubro de 2020, mas é inegável que alguns atores já comecem a despontar nos bastidores da política municipal.

Nova velha política

É interessante ver um grupo de novos políticos afirmando ser exatamente uma opção diferenciada para a cidade se aliando a velhas raposas políticas vargengrandenses. Firmados na empatia popular e também na memória curtíssima de muitos eleitores, esse pessoal tem a esperança de amealhar apoio suficiente para disputar as eleições. Provavelmente conseguirão lançar seus nomes ou seus apadrinhados. No entanto, a maioria do eleitorado está mais atenta e dificilmente quem já fez mal aos cofres públicos passará pela aprovação das urnas.

Do outro lado

Se pela oposição tem se apresentado um arranjo de “meio novo-meio velho”, pela situação, a aposta está na candidatura de Amarildo para a reeleição. Ou seja, foram 12 anos de PSDB, com duas eleições de Celso Ribeiro e uma de Amarildo. Em seguida, quatro anos de Itaroti (PTB), para mais quatro de Amarildo, que pode ficar outros quatro, caso reeleito. Assim, se houver algo novo mesmo, só se for para o Legislativo.

CEI

O pedido de abertura de Comissão Especial de Inquérito (CEI) para quatro temas apontados em ofício lido na sessão de Câmara da última segunda-feira, dia 18, ainda não foi acatado pelos vereadores. Para instaurar uma CEI é preciso, no mínimo, da assinatura de cinco vereadores. Leia mais nesta edição da Gazeta.

Servidores

O vereador Paulinho da Prefeitura (PSB) fez um requerimento reforçando o pedido do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SSPM) junto ao Executivo, para um reajuste salarial acima do índice da inflação, além do adiantamento do pagamento para o dia 1º de março e a concessão de ponto facultativo no dia 3 de março. Também pediu reajuste no vale alimentação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui