Moradores se queixam de lâmpadas queimadas na cidade

0
554
Queimada a dias, a lâmpada de um poste na Rua Dr. Moacir Troncoso Peres foi trocada na quinta-feira, dia 22. Foto: Reportagem

É grande o número de postes de iluminação que estão com lâmpadas queimadas em diversos bairros na cidade. A Gazeta de Vargem Grande tem recebido reclamações de áreas sem iluminação no município. A última queixa foi de um morador da Vila Polar, apontando o problema de iluminação próximo ao conhecido “Morro da Lori”, próximo à Praça da Bíblia, no Jardim Bela Vista.

O caso também foi debatido na Câmara na primeira sessão do mês de março, quando o vereador Carlos Eduardo Scacabarozi, o Canarinho (PSDB) levantou a questão, que também foi criticada pelos vereadores Serginho da Farmácia (PSDB) e Carlos Alberto Seixas, o Gabé (PTB). Na reunião da última segunda-feira, dia 18, Canarinho voltou a cobrar um posicionamento da Elektro e reforçou o pedido de convocação de um representante da empresa para dar uma explicação sobre o que está acontecendo à Câmara.

Segundo os vereadores, a situação é preocupante devido à falta de segurança que proporciona e, diante da situação é necessário que a população solicite a troca de lâmpadas queimadas ou danificadas junto à Elektro, que é responsável pelo serviço e o faz gratuitamente.

A ligação deve ser feita para o número 0800 701 0102. O atendimento é eletrônico e será preciso digitar o código do consumidor que consta na conta de energia para registrar o pedido de troca de lâmpadas, informando o nome da rua. O morador deve anotar o número do protocolo de atendimento.

Questionada pela Gazeta, a prefeitura explicou que a iluminação pública é de competência da Elektro, e que após o procedimento de registro da solicitação, caso a troca de lâmpadas não seja realizada, o reclamante deve levar o número do protocolo a prefeitura, para que as providências judiciais sejam tomadas contra a Elektro.

Números

A Gazeta contatou a Elektro e perguntou sobre quais medidas podem ser realizadas para solucionar o problema no município. “Neste ano foram substituídas 51 lâmpadas e até o momento, dia 21, estamos com 30 ocorrências no município. A Elektro está direcionando equipes para estes atendimentos e, considerando as condições climáticas favoráveis, a expectativa é que nos próximos 10 dias a situação esteja normalizada”, informou a empresa.

Segundo a Elektro, não há um prazo regulatório para atendimento de solicitações de iluminação pública. Porém, explicou que durante o período seco, a Elektro atende as ocorrências de iluminação pública em média de cinco dias. A empresa informou que não há reclamação pendente para atendimento na Vila Polar. “Neste caso, a Elektro orienta que o cliente entre em contato com um dos canais de atendimento para registro da solicitação e posterior atendimento”, completou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui