Anteprojeto do Plano Diretor recebeu várias sugestões

0
346
Público compareceu e participou do debate

A audiência pública realizada na terça-feira, dia 7 de maio, na Casa da Cultura para debater o anteprojeto do Plano Diretor Participativo (PDT) teve uma boa participação do público presente, cerca de 50 pessoas presentes, e também várias sugestões propostas para serem incluídas no plano, segundo informou o presidente da Comissão Gestora, Tadeu Fernando Ligabue.

O PDP vem sendo elaborado desde o início do ano passado pela equipe técnica da empresa Ultra Haus de Belo Horizonte que consta em seus quadros arquitetos, urbanistas, geógrafo, biólogo, cientista social, advogado, dentre outros profissionais e o anteprojeto foi entregue pela empresa em outubro de 2018.

“Durante este período o anteprojeto ficou a disposição para leitura na página da prefeitura e também para que os envolvidos no processo pudessem fazer os estudos e dar as contribuições necessárias”, afirmou Tadeu Ligabue. Esta audiência, segundo explicou o presidente da Comissão Gestora, foi o último processo para que a população pudesse participar e dar as sugestões visando melhorar o Plano Diretor Participativo antes do mesmo ser enviado para análise e votação junto à Câmara Municipal.

O prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) esteve presente também na audiência e falou da importância da participação dos cidadãos vargengrandenses em debater o assunto, contribuindo para as melhorias que a cidade precisa. Ele parabenizou todos os envolvidos e agradeceu a presença das pessoas, elogiando a participação dos alunos da Escola Benjamin Bastos que se fizeram presentes, acompanhados da professora Regina Barticiotti Lorenzini. Os vereadores Laércio Inácio Anacleto (PPS), Carlos Eduardo Scacabarozi (PSDB), Célio Santa Maria (PSB) e Antônio Sérgio da Silva (PSDB) também participaram dos debates.

As sugestões versaram sobre áreas como meio ambiente, com os alunos do Benjamin Bastos solicitando que fosse incluso na lei a proibição do uso de canudinhos plásticos no município. Outros grupos sugeriram que fosse incluso no anteprojeto a proteção das nascentes de água em todo o município; contenção do lodo, detritos e areia  antes de chegar à Barragem Eduíno Sbardellini; criação de piscinões em loteamentos para evitar as enchentes; fomentar, criar e ampliar os serviços sociais assistenciais e suas políticas públicas; criação das leis de Tombamento e Conselho Municipal do Patrimônio; universalizar o acesso à educação básica e ensino médio, dentre outras medidas.

Também houve amplo debate sobre a nova lei de zoneamento da cidade, foi comentado sobre a criação do Parque Linear Ecológico do Rio Verde, com o prefeito Amarildo falando sobre a retificação do leito Rio Verde para evitar enchentes, obra que está em estudo e deve ser implementada após as aprovações junto aos órgãos responsáveis.

Após os debates e a entrega das sugestões, o coordenador geral do núcleo gestor, Tadeu Ligabue agradeceu a presença de todos e explicou que nos próximos dias a comissão gestora juntamente com alguns técnicos dos departamentos da prefeitura, principalmente do jurídico, vão analisar todas as sugestões feitas não só na audiência, mas também as de outros órgãos municipais e após as revisões necessárias, o prefeito encaminhará o anteprojeto para os vereadores votarem. Neste sentido, Amarildo ao fazer uso da palavra solicitou aos vereadores presentes que também uma ampla discussão sobre o Plano Diretor Participativo ocorresse junto ao Legislativo, convidando a população para participar das audiências públicas antes da votação final.

Fotos: Reportagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui