Ação da PM e da Polícia Civil recupera trator furtado e detém quadrilha

0
382

Uma ação da Polícia Militar de Vargem Grande do Sul e da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), de Casa Branca, terminou com a prisão de quatro pessoas envolvidas com posse ilegal de arma de fogo, receptação e associação para o crime após um trator furtado em São Sebastião do Paraíso (MG) ser localizado em um sítio, na rodovia SP-215, entre Vargem Grande do Sul e Casa Branca, no final da tarde de segunda-feira, dia 20.

De acordo com informações da PM de Vargem, a equipe que realizava o policiamento na cidade foi abordada por uma pessoa que preferiu não se identificar, dizendo aos policiais que na madrugada de sábado para domingo, avistou um caminhão Ford Cargo de cor branca, descarregando um trator vermelho, em atitude suspeita devido ao horário, em um sítio.

Assim, a equipe composta pelo Sgt. Lasmar, Cb. Lasmar e Cb. Salomão, entrou em contato com a polícia de Casa Branca e foram realizadas diligências pelo local apontado na denúncia. Ao chegarem no sítio, a polícia encontrou o seu proprietário junto de mais três funcionários. Eles foram abordados, submetidos à busca pessoal e nada de ilícito foi  localizado. No entanto, os policiais avistaram o trator vermelho e ao fazerem uma busca pelos dados do veículo, constataram que ele havia sido furtado em São Sebastião do Paraíso.

Ao fazerem buscas na casa de um dos funcionários, a polícia encontrou uma espingarda calibre .38, um rifle calibre .22, sete munições calibre .22, três munições cal .38, dois aparelhos celulares. Já na residência do dono da propriedade dentro do sítio, foi encontrado um silenciador. Ele ainda confessou que em sua casa, em Vargem Grande do Sul, teria um revólver. Assim, a PM foi até a residência, onde foram localizados um revólver calibre .38 carregado com cinco munições intactas e uma sobressalente.

Ao ser questionado pelos policiais sobre a procedência do trator, ele contou que um amigo seu havia lhe emprestado o maquinário agrícola para que pudesse fazer um serviço em sua propriedade.

A ocorrência foi apresentada pela Delegacia de Casa Branca, onde o delegado Celso Itaroti, juntamente com as viaturas da polícia militar com o Asp. Viola e Cb. Denilson, 2Sgt.  Danilo e Sd. Figueiredo, Sgt. Lopes e Sd. Cristiano, Cb. Fernanda e Cb Marson, Cb. Vasconcelos e Cb. Marcienta, diligenciaram à casa do indivíduo apontado pelo dono do sítio onde ele foi detido.

No imóvel, os policiais ainda encontraram um caminhão que foi utilizado para transportar o trator furtado, um revólver calibre .38, uma garrucha calibre .22, 82 munições calibre .22, 19 munições calibre .38, cinco munições calibre .32,  um punhal com bainha, dois telefones celulares, um coldre, R$ 252,00, e mais 15 folhas de cheques totalizando a quantia de R$ 288.018,50, uma caixa de ferramentas, contendo várias placas de identificação de tratores.

Foi localizado também o motorista do caminhão que levou o trator até a propriedade.  Foi dada voz de prisão ao dono do sítio, a um dos funcionários, ao amigo do dono do sítio e ao motorista que transportou o trator pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo, receptação e associação ao crime. Os outros dois funcionários foram ouvidos e liberados.

Polícia Civil

O delegado Celso Itaroti, em entrevista ao Polícia em Ação, afirmou que a Polícia Civil já vinha investigando a atuação da quadrilha há meses. “É um grupo que tem quem vai fazer o roubo ou quem vem fazer o furto. Posteriormente, eles levam para um local, que a gente não sabe onde fica, e vão distribuindo em caminhões até para fora do Estado. Tem máquinas agrícolas que chegam ao Paraguai”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui