Número de casos de dengue em Vargem e região subiram

0
254

Durante semanas, Vargem Grande do Sul ficou em primeiro lugar de município da região com maior número de casos de dengue. Na última terça-feira, dia 27, Casa Branca (SP) havia ultrapassado Vargem em números de pacientes confirmados com a doença, com um total de 292, enquanto Vargem estava registrando 291. No entanto, segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, o número de casos de dengue confirmados em Vargem subiu para 332 na sexta-feira, dia 31, enquanto que em Casa Branca ainda não há atualização do número de casos após ter registrado 292, além de outros 198 suspeitos aguardando o resultado dos exames. Até o momento haviam sido realizadas 439 notificações da doença em Vargem, sem nenhum exame aguardando resultado, visto que o município realiza os exames de diagnóstico e a resposta é imediata ao acontecimento do caso. Divisa com Vargem e com cerca de 10 mil moradores a menos, Casa Branca está em estado de alerta para uma epidemia da doença. Segundo o Departamento de Saúde de Vargem Grande do Sul, o município ainda não declarou epidemia, pois segundo a legislação definida pelo Ministério da Saúde, que leva em consideração o percentual de população, Vargem teria que ter, no mínimo, 800 casos para que fosse declarado este estado. Segundo o Departamento Municipal de Saúde de São João da Boa Vista (SP), a cidade, que tem mais de 80 mil habitantes, registrou 153 casos positivos de dengue até a sexta-feira, dia 31. Outros 52 pacientes aguardam por diagnóstico, de acordo com a Vigilância Epidemiológica. Em São José do Rio Pardo (SP), de acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, a cidade, que ultrapassa 50 mil habitantes, chegou a registrar 59 casos até a quinta-feira, dia 30. Foram realizadas 200 notificações da doença no município, das quais 12 foram descartadas e as demais estão em fase de exames e acompanhamento. Os quatro municípios continuam sem nenhum caso de febre amarela, de chikungunya e zika vírus confirmados, doenças que também são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Segundo os dados apontados pela Secretaria de Estado da Saúde, em 2019, até o dia 15 de maio, o estado havia totalizado 150.560 casos de dengue.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui