Mulher leva facada no Jardim Santa Marta

0
495

Uma mulher de aproximadamente 30 anos foi esfaqueada na altura do peito na noite do último domingo, dia 2, na rua Vitório Cancelier, no Jardim Santa Marta. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao Hospital de Caridade, onde foi atendida.

A Polícia Militar foi acionada após o crime, por volta das 20h30, e chamou o Samu para socorrer a vítima, que apresentava muito sangramento. O suspeito foi detido pela PM de Vargem Grande do Sul.

De acordo com o registrado em boletim de ocorrência, no local dos fatos foi apurado que lá residem a vítima Alice Barbosa dos Santos e seu companheiro, bem como uma das testemunhas do crime e o autor da facada, Francisco Djavan Benedito Nascimento, de 34 anos.

Após conversarem com as testemunhas, os policiais apuraram que discussões entre a vítima e seu agressor eram frequentes, uma vez que o homem ao ingerir bebida alcoólica, falava coisas que a desagradavam. Ela o repreendia, porém nada adiantava.

Na tarde de domingo, todos participaram de um churrasco na casa de uma amiga e à noite, com todos na residência, teve início uma nova discussão entre a vítima e o agressor. Sendo que um rapaz, namorado da testemunha que mora na casa, viu que os dois estavam de pé na entrada de um dos quartos, ocasião em que Francisco empunhava a faca que tem costume de portar, e que escondia de Aline atrás das costas. Em certo momento, Francisco levantou a mão desferiu um golpe na altura do peito da vítima dizendo que ela não iria mais dar risada de sua cara. Aline então cambaleou e caiu em cima de um colchão e Francisco fugiu do local, levando consigo a arma do crime.

Ciente deste fato, os policiais militares Rodrigo e Ribeiro acionaram o Samu e momentos depois encontraram o agressor em uma rua próxima ao Jardim Estância das Flores, o qual caminhava apressado e ao perceber a presença policial, jogou algo em um terreno.

Francisco foi abordado e já se identificou como sendo o autor da facada. O objeto descartado por ele ao ser resgatado, ficou constatado que se tratava de uma faca artesanal com cabo de metal, que foi utilizada no crime. Ao ser questionado informalmente pelos policiais, ele relatou que depois de discutir com a vítima decidiu golpeá-la, inclusive acreditando que a tivesse  matado.

Em diligência ao Hospital de Caridade, os policiais apuraram que Aline estava em situação estável, mas internada sem possibilidade de ser ouvida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui