Casarão histórico de Vargem será preservado

0
999
Obras de reparo no telhado estão em andamento

A cidade de Vargem Grande do Sul não possui lei que garanta a preservação de seu patrimônio histórico, que diminui a cada ano especialmente com o número de casarões históricos sendo comercializados, demolidos, reformados. Recentemente, a Prefeitura Municipal adquiriu um dos casarões mais importantes para a história da cidade, localizado à esquina da Praça Capitão João Pinto Fontão, entre as ruas Bernardo Garcia e Batista Figueiredo.

Construído em 1916 com o projeto do renomado arquiteto José Speria, o casarão pertenceu à família D’Avila Ribeiro e seus últimos proprietários fazem parte da família Dutra.

O processo de aquisição do prédio teve início no final de 2017, quando o local foi declarado como imóvel de utilidade pública. No final de 2018, as obras de reforma no local já estavam sendo concluídas e o imóvel passou a ser sede do Departamento Municipal de Educação.

Após esse importante marco para manter a história vargengrandense de pé nas ruas da cidade, houve a aquisição de outro casarão, localizado à esquina da Avenida Regato com a Coronel Lúcio, que pertencia à família Cossi. A compra do imóvel foi realizada pela família proprietária do Varanda Restaurante e Pizzaria.

A Gazeta de Vargem Grande entrou em contato com a família para saber qual foi a motivação para adquirir o local. “Vimos uma oportunidade de investimento em um imóvel central de grande potencial para receber futuros empreendimentos”, comentou disse Luís Fernando Gentina.

De acordo com o informado, haverá preservação da arquitetura. “Para preservar a estrutura original do imóvel, a primeira etapa em execução é a recuperação do telhado. A próxima etapa será a troca do forro de estuque, tipo de forro usado nas construções feitas entre 1900 a 1930, e toda a parte interna será modernizada”, contou. “Iremos preservar e recuperar a fachada da casa, mantendo sua arquitetura original. Quanto à parte interna, há anos atrás já passou por várias reformas o que descaracterizou seu interior e hoje será adaptado para o novo empreendimento”, completou Luís.

História

O sócio ainda contou um pouco dos dados históricos do local. “Com projeto e construção de Miranda e Fontão, o casarão de estilo alemão construído em 1911 na esquina da rua Cel. Lúcio com a Av. Regato é retrato do progresso vargengrandense no século passado. Esse casarão foi adquirido em 1964 da viúva do Major Antônio Oliveira Fontão pelo senhor Hidelbrando Cossi. Porém a família só se mudou para a casa apos uma ampla reforma, pois todo o piso foi trocado, as janelas que eram de madeira foram substituídas por ferragens, mas todas as características originais da casa foram mantidas”, contou.

“Então, em 1967, Hidelbrando, a esposa Adelina, os filhos Hidelbrando Filho, Antônio Paulo, José Geraldo e Maria Nereide se mudaram para a o residência. Em dezembro de 1994 a casa perdeu um pouco do brilho e alegria. Parte dela, a principal, falecera. Hidelbrando deixou o casarão de seus sonhos. Porém, os filhos tudo fizeram para conservá-lo. Lutaram contra a força do tempo e hoje para embelezamento da cidade está nas mãos e será preservado pelos irmãos proprietários do Restaurante Varanda”, finalizou. Fotos: Reportagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui