Homem é preso em Vargem por tentativa de homicídio

0
727
Polícia ainda localizou armas e munições

A Polícia Militar de Vargem Grande do Sul realizava ações da Operação Rodovia Mais Segura, quando por volta das 21h40 da terça-feira, dia 11, foi alertada por um homem de que seu sobrinho teria sido vítima de uma tentativa de homicídio.

A equipe da PM composta pelos policiais Cb. Thomaz e Sd. Amauri foi até o endereço indicado, uma casa no Jardim São Lucas, onde encontrou a vítima, Cleiton Aparecido Meireles Brochado, engenheiro agrônomo, 32 anos. Ele contou aos policiais que recebeu uma ligação da tia de sua esposa lhe dizendo que gostaria de conversar pessoalmente com ele a cerca de assuntos particulares.

A vítima então foi até a casa dela com sua Fiat Strada e ela entrou no veículo, saindo os dois juntos. Em dado momento, a tia da esposa da vítima recebeu um telefonema do marido, Mauro Bonvento Junior, 59 anos, que a questionou onde ela se encontrava. Ela disse que estava com o marido da sobrinha e Cleiton retornou para levá-la até sua casa, no Jardim Fortaleza.

Segundo o relatado pela vítima aos policiais, quando lá chegaram, Mauro estava em frente à casa, bastante alterado. Cleiton ajudou a mulher a sair do veículo, uma vez que ela possui dificuldades para locomoção e entrou no carro novamente. Mas antes que saísse com a pick up, o autor aproximou-se dele, esbravejando. Em seguida, sacou um revólver calibre 38 aproximou-se bastante de Cleiton e praticamente à queima-roupa efetuou um disparo em direção a sua cabeça.

O tiro não atingiu a vítima e acabou perfurando o vidro da porta do lado oposto. A vítima então saiu com o veículo e fugiu dali, indo para casa do seu tio onde contou o que aconteceu.

Os policiais Cb. Thomaz e Sd. Amauri, juntamente com os policiais Cb. Thomaz e Sd. Amauri, Cb. Estevam e Sd. Emiliano e Sd Belchior realizaram diligências para localizar Mauro. Após várias buscas, ele foi encontrado em sua casa. Ele foi abordado e submetido a busca pessoal. Com ele, nada foi encontrado e ao ser questionado a respeito do ocorrido, confessou que havia discutido com a vítima e que realmente havia efetuado o disparo de arma de fogo.

Perguntado pelos policiais sobre a arma utilizada, em um primeiro momento, negou a existência do revólver. Mas ao ser questionado novamente, acabou por confessar que havia retirado da residência e levado para um barracão alugado por seu irmão. Os policiais foram até o endereço indicado e entraram em contato com o irmão de Mauro, que autorizou uma busca pelo local. Em cima de uma laje foram encontrados o revólver calibre 38 utilizado na prática do crime, juntamente com uma espingarda calibre obre 12, uma pistola calibre 380 e diversas munições.

A equipe retornou até a casa do autor, onde ele recebeu voz de prisão pelo crime de tentativa de homicídio e posse ilegal de arma de fogo. Ele foi levado à Delegacia da Polícia Civil, onde foi ratificada a voz de prisão pelo delegado. Fotos: PM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui