Painel 15 de junho de 2019

0
506

Dívida com o Conderg

O jornal O Democrata, de São José, publicou na edição do dia 8, reportagem informando que a prefeitura rio-pardense recebeu notificação judicial da Superintendência do Conderg alertando o prefeito Ernani Vasconcellos que o município pode ter atendimentos suspensos devido à inadimplência. As mensalidades do Hospital Regional de Divinolândia não são pagas desde janeiro, totalizando R$ 65.172,04 e as do Samu estão pendentes desde março. O Conderg deu ciência da situação do município à Câmara de São José, ao Ministério Público e à Diretoria Regional de Saúde.

Com atrasos

Servidores do Samu têm se queixado que desde janeiro deste  anos o pagamento nunca tem sido feito na data correta, que é o quinto dia útil do mês.  Em junho, o pagamento caiu nas contas dos trabalhadores na noite da segunda-feira, dia 10.

Cobrou

A prefeitura publicou comunicado alertando a população que por conta da aposentadoria de um dos médicos da área de ginecologia e obstetrícia, solicitou a contratação com antecedência à empresa que presta esse serviço ao município para que providenciasse a substituição do profissional. No entanto, a prefeitura informou que a empresa teria descumprido a determinação e o Executivo fez a notificação para que colocasse imediatamente o médico para realizar o atendimento, sob pena de multa diária de 1% do valor que está em desacordo com o contrato. A prefeitura informou à Gazeta que na sexta-feira, dia 14, um novo médico ginecologista já passou a atender na rede.

Sem água

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAE) comunicou que no dia 20 de junho, feriado de Corpus Christi, a partir das 16h, haverá a interrupção do fornecimento de água em toda a cidade para a instalação de dois registros, que facilitarão futuras manutenções na Estação de Tratamento de Água. O reparo durará cerca de 6h.

Entrega

A prefeitura fez a cessão na terça-feira, dia 12, para a Etec, de equipamentos que foram adquiridos pela gestão de Celso Itaroti (PTB) e que seriam empregados no Centro de Formação Educacional Cognitiva de Tecnologia “Ozinar Coracini”. Alvo de uma ação civil de improbidade na Justiça e de uma Comissão Processante na Câmara, as atividades esperadas neste centro nunca foram efetivadas.

Aproveitamento

Segundo o prefeito publicou em sua página no Facebook, na Etec os equipamentos serão melhor aproveitados, pois os alunos já possuem idade adequada para manusear os aparelhos, como tornos, furadeiras e serras, ao contrário da rede municipal, onde os alunos mais velhos possuem apenas 11 anos. Amarildo ressaltou ainda que os alunos do  Petit terão livre acesso aos equipamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui