Empresa vai investir quase R$ 2 milhões em nova sede no Distrito Industrial

0
2336
Vereadores aprovaram a doação dos terrenos. Foto: Reportagem

A Câmara Municipal aprovou na última sessão legislativa, realizada na segunda-feira, dia 17, o projeto de lei de autoria do Executivo que doa uma área de mais de 4.500 m2 junto ao Distrito Industrial José Aparecido da Fonseca-Tota, à empresa Comercial Della Alimentos Eireli-EPP do empresário Marcos José Della Torre, que no local construirá sua nova sede empresarial.

A empresa vargengrandense que atua no ramo de atacado e empacotamento de cereais, hoje emprega cerca de 25 funcionários e com os planos de expansão deve empregar 40 prestadores de serviços no final do primeiro ano de funcionamento, além de aumentar o seu faturamento, gerando mais desenvolvimento para o município.

Para a execução do projeto que vai ter uma área construída de mais de 2.200 m2, a empresa pretende investir cerca de R$ 2 milhões, o que vai gerar também mais empregos durante a construção da obra, que segundo a lei, tem seis meses para iniciar. A empresa deve estar em pleno funcionamento no prazo de dois anos, de acordo com a lei aprovada pelos vereadores.

Na justificativa que enviou à Câmara Municipal, o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) destacou que a Della Alimentos é uma empresa sólida, com mais de nove anos no mercado, e que além do empacotamento do feijão, que é o carro chefe de suas atividades, também vai empacotar açúcar para vender no mercado. Disse que o empresário pretende iniciar de imediato as obras no distrito industrial e o faturamento que hoje está em torno de R$ 20 milhões por ano, deve alcançar R$ 26 milhões em 2021.

Novas empresas

O diretor de Desenvolvimento Industrial e do Trabalho, Tadeu Ligabue, disse que de fato restam poucos terrenos no atual distrito industrial. Que além da Della Alimentos que a Câmara Municipal aprovou, está em fase de elaboração de lei a ser enviado aos vereadores a doação de um terreno de 3.000 m2 para a empresa Risso Encomendas Centro Oeste Ltda, que deve gerar cerca de 20 empregos quando estiver em pleno funcionamento.

Também estão em estudos junto à Comissão de Desenvolvimento Industrial (CDI), hoje presidida pelo diretor de Desenvolvimento e composta pelos membros Aureliano Donizete Oliva, Fábio Augusto da Costa, Iletro Cachola, Ricardo Luis Leonetti Bisco e Felipe Feracin, a pretensão de outras empresas.

“Caso aprovamos as empresas que estão solicitando áreas, em breve deve exaurir os terrenos do Distrito Industrial José Aparecido da Fonseca-Tota, sendo necessária uma nova área de expansão do distrito”, confirmou Tadeu.

A prefeitura já deu início ao plano de criação de novas áreas industriais em Vargem Grande do Sul, ao enviar para a Câmara, um projeto de lei que autoriza a venda dos terrenos do antigo mercadão municipal e antiga rodoviária para levantar recursos que serão empregados na compra de uma área para a implementação de um futuro distrito industrial da cidade. Leia mais na página 5.

Infraestrutura

Neste mês, a prefeitura finalizou a pavimentação das vias do Distrito Industrial José Aparecido da Fonseca – Tota, que ainda não estavam prontas. Assim, este parque fica com 100% de suas vias pavimentadas.

Ainda neste mês, a prefeitura iniciou a construção das galerias de águas pluviais nas ruas do Distrito Industrial Nestor Bolonha, o distrito antigo. Em seguida, as ruas desta área serão todas pavimentadas, após 40 anos de implantação deste distrito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui