Cidade continua registrando casos de dengue no inverno

0
78

O número de casos de dengue confirmados diminuiu com a entrada do inverno em Vargem Grande do Sul. No entanto, o clima esteve quente durante o início da estação e a cidade registrou mais nove casos até a quinta-feira, dia 4, totalizando 428, sendo três importados e 425 autóctones. Até a ocasião, haviam sido feitas 557 notificações da doença.

A cidade continua sem nenhuma suspeita de caso de febre amarela, de chikungunya e zika vírus, doenças que também são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Segundo os dados apontados pela Secretaria de Estado da Saúde, entre 15 de maio até o dia 17 de junho, o estado registrou 110.852 casos de dengue, somando 261.412 casos da doença em 2019 até a data.

Segundo o Departamento de Saúde, o município ainda não declarou epidemia, pois segundo a legislação definida pelo Ministério da Saúde, que leva em consideração o percentual de população, é necessário que os casos superem 2% da população da cidade. No caso de Vargem é necessário que tenha, no mínimo, 800 casos para que seja declarado este estado.

De acordo com o Departamento, não há expectativas de quando irá cessar o número de novos casos. Embora mais lenta, a proliferação do mosquito transmissor pode acontecer no inverno, ainda mais com as temperaturas altas que os termômetros estão marcando nesta época do ano.

Para evitar que a proliferação da doença continue, as recomendações são tampar os tonéis e caixas d’água; manter as calhas sempre limpas; deixar garrafas sempre viradas com a boca para baixo; manter lixeiras bem tampadas; limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia; limpar com escova ou bucha os potes de água para animais; retirar água acumulada na área de serviço, como atrás da máquina de lavar roupas; cobrir e realizar manutenção periódica de áreas de piscinas e hidromassagem; limpar ralos e canaletas externas; ficar atento a bromélias, babosa e outras plantas que podem acumular água; deixar lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água e verificar instalações de salão de festas, banheiros e copa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui