Gaiolas foram destruídas pela Polícia Militar Ambiental

0
558
Gaiolas foram destruídas em Mogi Guaçu

O 1º Pelotão de Polícia Ambiental com sede em Pirassununga e que também atua na região de Vargem Grande do Sul, na última segunda-feira, dia 15, destruiu mais de 150 gaiolas apreendidas nos últimos meses durante as operações e atendimentos de denúncias voltadas ao combate de crimes ambientais contra a fauna silvestre.

A destruição das gaiolas contou com a participação dos policiais militares ambientais cabos Nilton, Jacomussi e Everaldo, com o apoio de funcionários e equipamentos da prefeitura de Mogi Guaçu.

No primeiro semestre de 2019 na região abrangida pelo pelotão, foram atendidas 274 ocorrências de fauna, resultando na elaboração de 107 autos de infração ambiental, apreensão de 529 aves em situação irregular e foi aplicado R$ 612.180,00 em multas.

A Polícia Militar Ambiental informa que a caça e posse de aves silvestres é crime ambiental da Lei de Crimes Ambientais, lei federal nº 9605/96, e infração administrativa cujo valor das multas varia de R$ 500,00 a R$ 5 mil por animal.

Os animais apreendidos são encaminhados ao CRAS Pró Araras, onde recebem cuidados veterinários, passam pelo processo de recuperação e readaptação ao meio natural. Os que apresentam sinais de que foram capturados recentemente, que são a grande maioria, são reintroduzidos na natureza pelas equipes da Polícia Militar Ambiental.

Para fazer denúncias para a Polícia Militar Ambiental de Pirassununga, o telefone para contato é (19) 3565-1288 e elas podem ser feitas de forma anônima. Fotos: Policia Ambiental

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui