Célia Ranzani Avanzi foi uma das romeiras mais conhecidas

0
1312
Célia desfila na Romaria de 2000. Foto: Reportagem

A Romaria dos Cavaleiros de Sant’Ana deste ano sentirá a ausência da professora Célia Ranzani Avanzi, uma entusiasta do evento, que faleceu aos 73 anos de idade no dia 8 de dezembro de 2018. Célia participou ativamente da Romaria desde seus primórdios, quer desfilando com muita graça em sua montaria com sela sião, quer ajudando a dirigir o evento e recentemente, devido aos problemas de saúde, assistindo ao cortejo da Padroeira.

Um dos pioneiros da Romaria em homenagem à padroeira de Vargem Grande do Sul foi seu pai, o saudoso Ditão Ranzani, com isso, a presença de sua família sempre foi muito esperada no desfile dos cavaleiros.

Sempre muito elegante e vestida a caráter, a professora Célia foi uma das romeiras mais conhecidas da cidade, fazendo, inclusive, parte da Comissão Organizadora do evento por alguns anos.

Casada com José Luís Avanzi, o conhecido Goiaba, que é enfermeiro e professor, ela deixou os filhos Imyra e Aphoara, o genro Alexandre, a nora Ana Paula, os netos Alexandre, Luísa e João e o irmão Antônio Carlos Ranzani, que é médico.

A Gazeta de Vargem Grande entrou em contato com seu marido José Luís e pediu para que ele falasse um pouco sobre a importância do evento para a esposa Célia. “Para ela, sempre foi muito importante por uma questão familiar. Sua família sempre esteve muito ligada a essa cultura de andar a cavalo e ir para a roça, e o pai dela foi um dos fundadores. Ela chegou a ser coordenadora, na gestão do ex-prefeito Homero Corrêa Leite, e a Romaria ficou, portanto, sob sua responsabilidade”, disse ele.

“O mais importante sempre foi a participação em si, ela esteve presente por anos e a algum tempo, por questões de saúde ela não pôde mais participar, e aí ficou para os filhos e netos irem em seu lugar”, completou José Luís.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui