Painel 27 de julho de 2019

0
247

Uma direta

O vereador Paulinho da Prefeitura usou seu perfil no Facebook para alfinetar políticos que trabalharam para a eleição do deputado estadual Cauê Macris (PSDB). Na verdade, não foi uma indireta. Foi uma diretíssima. Na postagem, ele lamentou que ao pesquisar no Portal da Transparência, verificou que o deputado não destinou nenhum centavo para Vargem Grande do Sul, enquanto direcionou R$ 600 mil para Aguaí.

Votos

Em Vargem Grande do Sul, Cauê Macris foi o quarto mais votado nas urnas, com 477 votos, cerca de 2,57% do total. Já em Aguaí, o deputado foi o mais votado e obteve 2.057 indicações na urna, correspondendo a 15,23% da preferência do eleitor da cidade vizinha.

Show na Barragem

Após o encerramento da 45ª Romaria dos Cavaleiros de Sant’Ana, será realizado um show na Barragem Eduíno Sbardellini. Uma antiga reivindicação da população, que nos anos anteriores, após o desfile podia esticar a tarde até o rodeio, que costumava ser realizado, ou até a Festa da Batata que em algumas edições aconteceu na mesma época da Romaria. No entanto, nos últimos desfiles, como não havia outra atração após a passagem dos cavaleiros, muitos dos espectadores acabavam permanecendo na rua do Comércio, gerando aglomeração e em muitos casos, confusão.

Meio ambiente

Mas a aglomeração de pessoas pela Barragem, além da apresentação musical, que será seguida por um show de humor, não agradou a todos. A Gazeta verificou que órgãos ambientais não se mostraram favoráveis ao evento no entorno da represa. Em 2011, nos dias após um grande show realizado no local em comemoração ao aniversário da cidade, um gavião carcará do Zoológico Municipal foi morto pela companheira de sua gaiola. Na época, especulou-se que o estresse causado por tantos visitantes e o som alto do evento teria contribuído com a agressão. Na ocasião, o prefeito Amarildo, que cumpria seu primeiro mandato, negou a relação da morte do animal com o show, lembrando que a apresentação ocorreu quatro dias antes da morte do gavião e que no dia seguinte ao show, as aves estavam normais, conforme relatou um de seus tratadores.

Segurança

Outro ponto levantado foi com relação à segurança. Pela proximidade com o Centro, discute-se o fato da divisão de público entre a Rua do Comércio e a Barragem, o que poderia complicar a ação da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal. Além do fato de se tratar de uma área muito grande e aberta. A área do Poliesportivo Ricardo do Patrocínio Rodrigues, onde era realizado o rodeio após a Romaria até a década de 1990 e onde foi feito a festa de Carnaval no ano passado, parece uma opção mais segura. Além do próprio Recinto de Exposições Christiano Dutra do Nascimento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui