Painel 10 de agosto de 2019

0
512

Voçoroca

Nesta semana, o prefeito Amarildo Duzi Mores (PSDB) participou de uma reunião com os engenheiros do Departamento de Água, Esgoto e Energia (DAEE), da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Meio Ambiente, para debater detalhes do início da primeira etapa da obra da voçoroca que ameaça casas das Cohabs 5 e 6. Além dos engenheiros do DAEE, participaram ainda o diretor de Obras da prefeitura, Ricardo Bisco e o diretor Juliano Scacabarozi.

Placas

A falta de placas indicativas das ruas de alguns bairros voltou a ser discutida na Câmara. A Gazeta publicou na última semana o caso de um morador do Jardim Colina, onde os Correios não fazem a entrega justamente pela falta das placas. O vereador Wilsinho Fermoselli (DEM) cobrou providências e afirmou à Gazeta que estuda até um abaixo-assinado com moradores para resolver a questão que se arrasta há anos.

Emendando os códigos

Com a demora da prefeitura em enviar à Câmara os novos Códigos de Obras e de Posturas, os vereadores tomaram a iniciativa de propor e aprovar emendas, para agilizar o andamento de algumas pendências e evitar prejuízos a empresários. Na última semana, foram aprovados textos que alteram posições sobre dimensões de quartos de hotel e a instalação de parklets na cidade. As propostas precisam ainda passar por regulamentação do Executivo.

Falta de aviso

O vereador Serginho da Farmácia (PSDB) pediu em requerimento aprovado por unanimidade que em feriados prolongados ou pontos facultativos, nas portas dos postos de Saúde sejam afixados cartazes alertando à população sobre a suspensão das atividades nestes dias. Segundo contou Serginho, no feriadão de 9 de julho, havia fila de pacientes esperando atendimento na porta do Centro de Saúde antes das 8h, pois não haviam sido alertados a respeito da “emenda” feita entre segunda e terça-feira. Para ele, houve desrespeito com a população.

Casas populares

Em Casa Branca, na quinta-feira, dia 8, a Secretaria de Estado da Habitação entregou 52 unidades de casas populares. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) investiu R$ 6,1 milhões no empreendimento entregue a famílias em sua maioria com renda entre um e três salários mínimos.

Os mais faltosos

O portal Congresso em Foco divulgou no início da semana, um levantamento em parceria com o Instituto OPS, que apontou os 11 deputados federais mais faltosos de 2019. Esses parlamentares faltaram a mais de 33% das 86 sessões plenárias realizadas na Câmara no primeiro semestre deste ano.

Ranking

O mais faltoso é o Paulo Freire Costa (PL-SP), com 47 faltas, sendo 45 justificadas. Ele é seguido por  Vinícius Gurgel (PL-AP), com 40 faltas, sendo 33 justificadas. Em terceiro, Assis Carvalho (PT-PI), com 36 faltas, todas justificadas. O quarto lugar ficou para Giacobo (PL-PR), com 35 faltas, todas justificadas. José Priante (MDB-PA) é o quinto mais faltoso, com 33 faltas, apenas 3 justificadas. Em sexto aparece Sebastião Oliveira (PL-PE), com 31 faltas, 16 delas justificadas. O sétimo deputado federal mais faltoso é João Campos (PRB-GO) com 31 faltas, 26 justificadas. Em oitavo está Misael Varella (PSD-MG), com 31 faltas, todas justificadas. O nono mais faltoso é José Airton Félix Cirilo (PT-CE) com 30 faltas, sendo 23 delas justificadas. Em décimo lugar aparece Guilherme Mussi (PP-SP), com 29 faltas, sendo 5 justificadas. O 11º mais faltoso é Arthur Lira (PP-AL), com 29 faltas, sendo 29 justificadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui