Defesa Civil apagou mais de 20 incêndios este mês

0
266
Mata de difícil acesso foi queimada. Foto: GCM

Defesa Civil apagou mais de 20 incêndios este mês

Neste mês de setembro, até a sexta-feira, dia 20, a Defesa Civil através da Guarda Civil Municipal já atendeu sete incêndios de grandes proporções na zona rural e 14 incêndios em terrenos na área urbana

A Defesa Civil alerta para que as pessoas não coloquem fogo na vegetação, em lixo ou qualquer outro tipo de material, pois com o tempo muito seco fagulhas em brasa podem se deslocar facilmente incendiando outras áreas.

A fumaça e a fuligem produzidas pelos incêndios podem causar acidentes no trânsito e agravamento de doenças do trato respiratório.

A Defesa Civil da cidade alerta ainda para a baixa umidade do ar que em alguns dias deste mês de setembro tem ficado abaixo de 20%, que é um sinal de alerta para toda região. Segundo Rogério Bocamino, subcomandante da GCM e coordenador da Defesa Civil, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que o ideal de umidade no ar de 50% a 80%, portanto é importantíssimo uma hidratação regular durante todo o dia e o uso de soro fisiológico no nariz sempre com atenção especial as crianças e idosos

Sexta Feira 13

Dois incêndios de grandes proporções aconteceram na sexta-feira, dia 13, em Vargem Grande do Sul. Um deles aconteceu no alto da pedreira do Jardim Morumbi, e outro pouco abaixo da Fuzil, no Rancho dos Amigos.

Desde agosto a Defesa Civil, através da Guarda Civil Municipal (GCM) está combatendo um grande número de incêndios por semana na cidade. Rogério Bocamino, subcomandante da GCM e coordenador da Defesa Civil, ressaltou que devido à falta de chuvas e a baixa umidade do ar, a vegetação está seca e o fogo se propaga mais rápido.

No Jardim Morumbi, o incêndio teve início às 12h30 e foi controlado às 15h15. Rogério Bocamino informou que foi um incêndio intenso, com chamas altas e locais de difícil acesso, além de ter propagado muita fumaça. Todos os anos a GCM e a Defesa Civil apagam incêndios neste mesmo ponto.

No Rancho dos Amigos, segundo Rogério, o fogo começou às 15h e consumiu boa parte da propriedade, inclusive as copas das árvores, levando horas para ser contido. Havia caminhão pipa e guarnições da Guarda, no entanto, o local era de difícil acesso para abafadores e para o caminhão, o que dificultou o sucesso da operação.

Segundo Rogério, a fumaça produzida pode agravar problemas de saúde, principalmente os relacionados ao trato respiratório, além do risco de acidentes quando o fogo é na beira das vias, pois a fumaça prejudica a visibilidade, e problemas ambientais, como morte de animais e o aquecimento gerado no entorno.

Novo incêndio

Um incêndio de grandes proporções atingiu uma serraria na estrada do Barro Preto, na tarde da sexta-feira, dia 20. Segundo informações da GCM, o incêndio destruiu uma máquina de picar madeira e um caminhão, além de queimar muita madeira e material da serraria.

Mata de difícil acesso foi queimada. Foto: GCM
Incêndio destruiu serraria no dia 20. Foto: GCM
Defesa Civil apagou sets focos na zona rural e 14 na cidade. Foto: GCM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui