Foto noturna do Cristo Redentor em Vargem Grande do Sul venceu o concurso

0
843
O Cristo que nos abraça: vista noturna sentido centro-bairro, Jardim Fortaleza, sempre encantador e admirável
Angelino é fotógrafo há 12 anos

Uma paisagem noturna da cidade foi a foto que mais teve votos entre os jurados. O autor, o fotógrafo Angelino Júnior, 28 anos, já é um assíduo colaborador da Gazeta de Vargem Grande. Ele também foi o responsável por outras três fotografias entre as mais mencionadas pelo júri.

A imagem vencedora foi “O Cristo que nos abraça: vista noturna sentido centro-bairro, Jardim Fortaleza, sempre encantador e admirável”. “Como vargengrandense, vejo que o Cristo Redentor é um grande símbolo de fé, sendo ponto de encontro para orações e um marco Turístico desde 1991. É impossível não olhar esta paisagem de dia ou à noite e não perceber o nosso Cristo Redentor, de braços abertos, nos acolhendo como filhos. Tem um sentido todo especial. É o Cristo que nos abraça”, explicou o fotógrafo à Gazeta.

“É a parte alta da cidade, sentido Jardim Fortaleza, através de uma perspectiva diferenciada, muito bem representa Vargem Grande do Sul nestes seus 145 anos de história”, comentou.

Angelino também emplacou outras fotos entre as mais votadas, como “A Indústria, o progresso e a fé. Cerâmica, o berço da indústria vargengrandense, dividindo espaço com o progresso da nossa cidade, amparados pela fé inabalável das pessoas”, que empatou em segundo lugar.

Sua fotografia “O marco zero: a Igreja Matriz de Sant’Ana, representando o ponto central da cidade onde bate forte o coração da nossa Pérola da Mantiqueira”, ficou em quarto lugar junto com outras concorrentes.

Angelino começou a trabalhar com fotografia em 2007, como estagiário no Departamento de Cultura e Turismo. “Tive meus primeiros contatos e trabalhos desenvolvidos nesta área. Em 2009 ingressei na empresa Falcão Foto e Arte, me tornando profissional neste segmento, onde por 10 anos realizei com muito amor e dedicação os trabalhos fotográficos a mim confiados. Centenas e centenas de eventos sociais, corporativos e infantis. Já são mais de 12 anos vivendo e aprendendo a cada dia com a fotografia”, disse.

Para ele, a Gazeta teve uma ótima iniciativa ao promover o concurso. “Desde já parabenizo a toda equipe do jornal Gazeta, através da jornalista Lígia Ligabue, pelo empenho neste concurso e que venham muitos outros para participarmos. Ações como esta despertam na população a vontade de sair em busca de novos clicks, de novos momentos, a fim de representar nossa cidade e deixar marcado para sempre em sua história”, disse.

Questionado do por quê é especial fotografar Vargem, Angelino destacou que é por ser sua terra natal e “por amar cada detalhe do nosso cotidiano, que por muitas vezes passa despercebido por muitos”. São momentos como natureza, o dia-dia das pessoas e profissões. A cada nova fotografia, me sinto como sendo parte dela, da história que deixarei através do click. É uma andança constante procurando algo novo para registrar, é um chamado. Traz paz interior. São momentos de conexão, ‘o observador se confunde com a coisa observada’, como disse Araquém Alcântara, que em segundos se vai. É mágico, é divino. É fotografia”, afirmou

O Cristo que nos abraça: vista noturna sentido centro-bairro, Jardim Fortaleza, sempre encantador e admirável
“A Fauna. A Mãe Natureza mostrando do seu filhote como dar os primeiros passos, lado a lado. Interação fauna e flora”, de Angelino Júnior
“O Marco Zero. A Igreja Matriz Sant’Ana, representando o ponto central da cidade, onde bate forte o coração da nossa Pérola da Mantiqueira”

Veja mais nessa reportagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui