Vargem Grande do Sul assina contrato de financiamento com a Desenvolve SP

0
572
Amarildo e o presidente da Desenvolve SP, Nelson, assinam contrato. Foto: Desenvolve SP

A Desenvolve SP firmou na segunda-feira, dia 30 de setembro, contrato com Vargem Grande do Sul. A assinatura aconteceu durante o 1º Seminário de Trabalho e Renda, Empreendedorismo e Parcerias, evento que aconteceu no Palácio dos Bandeirantes e que contou com a presença do governador de São Paulo, João Dória, o secretário da Fazenda e do Planejamento, Henrique Meirelles, o presidente da Desenvolve SP, Nelson de Souza, entre outros.

De acordo com o Desenvolve SP, Vargem Grande do Sul contratará uma empresa especializada para a implantação de Sistema de Georreferenciamento do Cadastro Imobiliário no município, pela Linha de Apoio a Investimentos Municipais, em um contrato no valor de R$ 175 mil.

No mesmo evento, a prefeitura de Casa Branca também assinou o contrato de um financiamento da Linha Distrito Industrial no valor de R$ 4 milhões destinado à urbanização no Distrito Industrial I do município.

“Financiar o desenvolvimento regional por meio das linhas de crédito que a Desenvolve SP pode oferecer é um dos principais focos de atuação da instituição. Temos o compromisso de estimular desenvolvimento social e econômico dos municípios impactando positivamente na qualidade de vida de toda população”, disse Nelson de Souza, presidente da instituição.

Financiamento

A Desenvolve SP oferece opções de crédito para diversas demandas de infraestrutura do setor público. São linhas de financiamento que atendem desde projetos sustentáveis, que proporcionem redução na emissão de CO² e diminuam o impacto ambiental nas atividades da administração pública, à construção, reforma ou modernização de empreendimentos como arenas multiuso, distritos industriais e centros de distribuição e abastecimento, além da implantação, ampliação ou adequação do sistema de iluminação pública e renovação de vias e estradas, entre outros.

Para ter acesso aos recursos, os pedidos de financiamento devem ser aprovados pela Câmara Municipal, além de passar pela análise da saúde financeira e da capacidade de endividamento pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Após a entrega da documentação necessária e do processo de licitação concluído, os recursos são liberados de acordo com o cronograma e andamento das obras ou serviços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui