Matrículas para crianças fora da escola já podem ser feitas

0
648
Matrículas para as escolas municipais tiveram início dia 11. Foto: Prefeitura

As matrículas para o ano letivo de 2020 das escolas da rede municipal para alunos que ainda não estão frequentando a escola já estão abertas, tendo divisão por idade das crianças.

A diretora do Departamento de Educação, Renata Regina Taú, destacou a necessidade das crianças estarem frequentando a escola a partir dos quatro anos, de acordo com a legislação em vigor.  Todas as secretarias das escolas municipais estarão recebendo as matrículas.

Os pais ou responsáveis devem levar duas fotos 3×4 e cópias da certidão de nascimento, cartão do SUS, carteira de vacinação atualizada, comprovante de residência dos últimos três meses e CPF e RG ou documento oficial com foto, dos pais ou dos responsáveis pela criança.

“Pedimos a todos os pais e responsáveis que matriculem as crianças para frequentar a escola. Também solicitamos a colaboração das pessoas que conhecem famílias que têm crianças nesta faixa etária fora da escola, para que as informem e peçam para fazerem a matrícula das crianças”, disse Renata.

Até o dia 25 acontecem as matrículas para as crianças que irão completar seis anos até 31 de março de 2020. Nos dias 18 e 19 as matrículas são para as crianças que completarão cinco anos até 31 de março de 2020. E nos dias 22 e 25 para as crianças que farão quatro anos até 31 de março de 2020.

Caderneta de vacina

A Gazeta de Vargem Grande recebeu o relato de algumas mães sobre a falta da vacina DTP na rede municipal. As mães pontuaram que como há a lei municipal que exige que a carteirinha de vacinação esteja em dia para que a matrícula da criança seja realizada, a falta da vacina pode prejudicar a inscrição de seus filhos nas escolas.

Procurada pela Gazeta, a prefeitura informou que, de acordo com a responsável pelo Departamento de Saúde, não havia problemas com falta das vacinas que fazem parte do calendário vacinal para crianças em idade escolar. A prefeitura ainda ressaltou que entrou em contato com o Departamento de Educação e que foram informados que as matrículas começaram a ser realizadas a partir do dia 29, sendo assim não estava sendo realizada matrícula antes desta data.

No entanto, a orientação dos Departamentos de Saúde e Educação para casos parecidos é que se houver vacinas que não foram aplicadas por motivos de falta na rede, as mesmas serão anotadas na carteira de vacinação da criança e a matrícula será realizada normalmente. As orientações aos pais ou responsáveis é que levem seus filhos na sala de vacina do Centro de Saúde Dr. Gabriel Mesquita e na sala de vacina da UBS Dr. Edward Gabrioli, da Vila Polar, levando a carteira de vacina e cartão do SUS, caso esteja com todas as vacinas em ordem, será entregue um documento comprovando a regularidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui