Número de picadas de escorpiões dobra na cidade

0
1593
Escorpião encontrado em banheiro de casa no Jardim São Joaquim. Foto: Arquivo Pessoal

Em menos de 11 meses, o número de acidentes com agravos de picada de escorpião dobrou em Vargem Grande do Sul em comparação ao ano passado. Em 2019, até o dia 8 deste mês, segundo informações da Prefeitura Municipal, a Vigilância Sanitária registrou 22 casos de acidentes com agravos de picada de escorpião e 32 investigações de aparecimento de escorpiões em residências.

De janeiro a dezembro de 2018, foram registrados 11 acidentes por picada de escorpião na cidade e atendidas 46 notificações no total com aparecimento e acidentes.

A proliferação de escorpiões pela cidade vem aumentando nas últimas semanas. Além das reclamações à Gazeta de Vargem Grande, os vargengrandenses estão usando as redes sociais como forma de informar e alertar a população sobre o aparecimento desses aracnídeos.

De acordo com o Instituto Vital Brasil, o clima quente e chuvas do verão favorecem o aparecimento de escorpiões. Em comparação com o ano passado, de janeiro a dezembro, a Vigilância Sanitária havia registrado 11 acidentes por picada de escorpião na cidade e atendeu 46 notificações no total com aparecimento e acidentes.

Segundo o responsável pela Vigilância Sanitária do Departamento de Saúde, quando ocorrer esses acidentes de picada de escorpiões, a pessoa deve procurar imediatamente o serviço de saúde, neste caso, o Hospital de Caridade de Vargem Grande do Sul.

Se possível, a Vigilância Sanitária aconselha levar o escorpião consigo para identificação da espécie, lavar muito bem o local com água e sabão em abundância e nunca realizar torniquete ou pressionar o local.

Todo e qualquer procedimento em relação ao agravo com escorpião passa por análise clínica do médico, que determinará de acordo com a gravidade, o protocolo a seguir, sendo que o ponto estratégico, que é o local onde está disponível o soro para Vargem, estabelecido  no plano Regional de Atendimento as Vitimas de Acidentes com Escorpião é São João da Boa Vista.

“Destacamos que existe um protocolo médico definido pela Direção Regional de Saúde (DRS) de São João da Boa Vista, do qual o serviço de Vargem é signatário, e que são cumpridos de forma criteriosa, portanto não existe risco da falta do soro para picada de escorpião, isso em caso de acidente”, disse.

Proliferação

A moradora Gisele Fortine usou a rede social Facebook para alertar a população sobre o aparecimento de escorpiões em sua rua. À Gazeta de Vargem Grande, ela relatou que um escorpião apareceu no banheiro de sua residência, à Rua Dionísio Cachola, no Jardim São Joaquim.

O caso aconteceu no domingo, dia 10. Segundo Gisele, este foi o primeiro escorpião encontrado em sua casa, no entanto, mais dois já haviam sido localizados em residências desta rua. A moradora informou que seu marido havia passado veneno na casa alguns dias antes do ocorrido e que não contatou a prefeitura, pois o animal já estava morto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui