Diocese de São João da Boa Vista anuncia transferências do clero para 2020

0
1100

O bispo diocesano Dom Antônio Emídio Vilar anunciou as transferências para o primeiro semestre de 2020 em seu clero. O anúncio foi publicado no site da diocese e também em sua página na rede social Facebook no dia 26 de dezembro.

Entre as transferências anunciadas está a do padre vargengrandense Rogério Ramazotti Calelo, que após sua ordenação assumiu como segundo vigário na paróquia imaculada Conceição do Bom Sucesso em Caconde e agora irá para a paróquia Santa Rita de Cássia em Santa Cruz das Palmeiras como vigário.

Também foi anunciada a transferência do padre Robson Juliano da Silva, fundador da comunidade Cafarnaum. O padre Robson ficará durante um ano em uma diocese irmã, e na próxima quinta, dia 16, ele assume como vigário na paróquia São Francisco da diocese de Ipameri, na cidade goiana de Catalão.

A Gazeta de Vargem Grande conversou com o padre Robson para saber um pouco mais sobre a sua ida para outra diocese. Natural de São Paulo, o padre se mudou para Vargem Grande do Sul em 1998 e morando e convivendo com os vargengrandenses, ele se apaixonou pela cidade. “Esta é uma cidade maravilhosa, com suas riquezas e misérias, altos e baixos, virtudes de vícios, mas que tem um povo maravilhoso e muito acolhedor. Primeiro fui acolhido como morador e agora como sacerdote, onde busco servir a Deus e a este povo em sinal de gratidão por tudo que fez por mim”, disse o padre.

Sobre sua ida para a nova diocese o padre comentou que Ipameri é quatro vezes maior que a diocese de São João, porém o número de padres lá é bem menor, existe uma carência de sacerdotes no local. O que o motiva a ir é estar servindo onde realmente precisa de padres.

Durante a entrevista ele relatou que a diocese de São João da Boa Vista faz parte de um grupo de dioceses irmãs, juntamente com a de São Caetano do Sul para onde foram os padres José Osvaldo e Marcelo, ex-párocos da Santa Luzia e São João Paulo II, a de Três Lagoas no Mato Grosso e a de Ipameri em Goiás.

Em relação a projetos para a nova paróquia, o padre comentou que por enquanto o projeto é ir até lá e fazer a vontade de Deus. Sobre a nova paróquia, ele comentou que viajou para conhecê-la na última quinta-feira, dia 2, e que será apresentado como seu novo vigário na quinta-feira, dia 16. Após o contrato de um ano entre as dioceses, a princípio, o padre pretende retornar a Vargem, porém não se sabe o que pode acontecer após término do contrato, pois pode ser renovado e ele permanecer em Catalão por mais tempo.

A Gazeta o padre também falou sobre a comunidade Cafarnaum. Ele informou que ela continuará com suas atividades normalmente durante este ano que estará em outra diocese, e quem ficará a cargo da comunidade será Sirlei Aparecida Soares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui