Yamaha XMax renova o conceito de scooters

0
626

Fonte: Infomoto

Um dos grandes lançamentos do Salão Duas Rodas 2019, e antigo desejo dos consumidores, a Yamaha XMax 250 chega ao Brasil em abril, com diversos itens de série para mudar o panorama das scooters, como meio de transporte simples e baratas. Com design moderno, sistema de iluminação de LED, chave de presença, os obrigatórios freios ABS e até controle de tração, a scooter de 250 cilindradas (cc) será vendida por  R$ 21.990.

O XMax 250 impressiona pelo porte imponente e bom acabamento das peças plásticas. Os faróis em LED e as linhas angulosas da dianteira, complementadas por um para-brisa, são inspiradas no TMax, scooter esportiva que é sucesso de vendas na Europa. O assento em couro, com costuras aparentes, traz o nome do modelo em baixo relevo. A pintura fosca e a mescla de partes em preto com outras pintadas, como no paralama dianteiro, completam o visual sofisticado da XMax.

Se, por um lado, as dimensões generosas – 2,19 m de comprimento – e as rodas de liga-leve – aro 15, na dianteira, e aro 14, na traseira – fazem do XMax quase uma maxiscooter, também podem dificultar a vida dos mais baixos. O assento fica a 79,5 cm do solo, nada que comprometa o uso por motociclistas mais experientes, mas pode complicar a vida dos iniciantes, principalmente em manobras.

Um dos destaques da XMax 250, principalmente para quem procura uma scooter maior, é seu motor. Com um cilindro, 250 cm³ e arrefecimento líquido, produz 22,8 cv de potência máxima a 7.000 rpm, além de um torque máximo de 2,5 kgf.m a 5.500 giros. Em conjunto com o câmbio CVT (automático), rapidamente, atinge-se 80 km/h.

Para evitar derrapagens em pisos de baixa aderência – uma rua de paralelepípedos molhados, por exemplo – a Yamaha equipou o modelo com controle de tração. Apesar de ter entrado em funcionamento apenas em uma situação, é um importante e confortável item de segurança.

Mesmo em velocidades mais altas, a nova scooter da Yamaha mantém-se estável e transmite confiança ao piloto. Muito graças às rodas maiores e ao bom conjunto de suspensões. Na traseira, a XMax tem o tradicional sistema bichoque com dois amortecedores, porém na frente, a marca inovou. O garfo telescópico convencional conta com duas mesas ( inferior e superior), como uma moto “de verdade”. Com curso, as suspensões também absorvem muito bem as imperfeições do piso.

A scooter é equipada com discos de freio com sistema ABS em ambas as rodas. Além disso, possui a tecnologia Smart key (chave de presença): basta colocar no bolso, ou na mochila, girar o botão para liberar a ignição, abrir a tampa de combustível e um dos dois porta-luvas ou destravar o assento.

Elegante, prática no dia-a-dia e com fôlego para pegar a estrada, a XMax 250 eleva o patamar da categoria.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui