Celso Ribeiro se filia no Podemos

0
1310
Celso Ribeiro administrou Vargem por dois mandatos. Foto: Gazeta

Neste sábado, dia 4, foi o último dia concedido pela Justiça Eleitoral para as pessoas se filiarem nos partidos políticos com a intenção de participarem das eleições municipais previstas para acontecer no dia 4 de outubro deste ano. No dia 2 de abril, o ex-prefeito Celso Ribeiro se filiou no partido Podemos, conforme relatou em entrevista à Gazeta.
Afastado da política há 4 anos, após deixar o PSDB, partido pelo qual governou Vargem por duas vezes e disputou as eleições municipais em 2012, Celso disse que sua filiação tem como objetivo se colocar à disposição para que nas próximas eleições municipais tenha um bom time para enfrentar as dificuldades que vem pela frente.
O Podemos tem como inspiração o “sim, nós podemos” da campanha de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos e como figura de maior projeção nacional, o senador Álvaro Dias que foi candidato a presidente na última eleição. Em Vargem, o partido era presidido pelo mototaxista Gláucio Santa Maria Gusman, que segundo apurou o jornal, se filiou a outra legenda para se candidatar a vereador.
Celso falou que há alguns anos deixou a vida partidária, mas com esses novos acontecimentos, acha que em um futuro próximo, Vargem vai precisar de todos que possam colaborar. “A crise econômica e social é uma questão que se apresenta. Acho que experiência e boa vontade tem que ser colocada à disposição dos interesses da cidade, ainda mais agora com a epidemia do coronavírus que assola o mundo inteiro e gera muitas incertezas do que vai acontecer pela frente”, afirmou o ex-prefeito.
Celso e o atual prefeito Amarildo Duzi Moraes do PSDB se aproximaram nos últimos dias, chegando mesmo a trocar algumas conversas que provavelmente envolveram as eleições municipais previstas para acontecer daqui a seis meses. Indagado sobre uma possível candidatura a prefeito em outubro, o ex-prefeito desconversou e falou que neste momento, o mais importante é a questão da saúde das pessoas e os problemas econômicos e sociais que virão e vai precisar da união de todos os vargengrandenses.
Sobre o Podemos, falou que é um dos poucos partidos que está fazendo um trabalho exemplar, sobretudo no Senado, citando como exemplo que o partido é contra o uso de dinheiro público em campanha eleitoral. “Também como sou absolutamente contra gastar bilhões do dinheiro que é da população com candidaturas, acabo me identificando com essas atitudes”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui