Concluído recapeamento do Jardim Paulista

0
478
Rosemari pediu a construção de uma lombada. Foto: Arquivo Pessoal

Um dos bairros, cujos moradores mais reclamavam dos problemas causados pelos buracos no asfalto, o Jardim Paulista teve recentemente todas suas ruas recapeadas pela atual administração. De acordo com o informado, foram investidos mais de R$ 750 mil na recuperação das vias, sendo R$ 500 mil em repasses disponibilizados pelo deputado estadual Barros Munhoz (PSB) e R$ 250 mil do deputado federal Paulinho Teixeira (PT).
As obras no bairro tiveram início no final de 2018. A pavimentação de muitas vias do bairro estava em situação precária. Alguns locais como o final da Rua Vicente Menossi, perto do Centro Esportivo “Américo Toquini”, se arrastava com o problema há mais de 30 anos, como revelou a moradora Cleusa de Fátima da Silva, 55 anos, dona de casa.
Além do asfalto de péssima qualidade, outro problema enfrentado pela moradora era a enxurrada que descia pela rua e quando chegava em frente sua casa, trazia todo tipo de sujeira, uma vez que as águas das chuvas não eram canalizadas naquele local desde a criação do bairro.
“Agora ficou muito bom, canalizaram a água da chuva, asfaltaram a rua e nosso sofrimento de mais de 30 anos acabou”, disse dona Cleusa à reportagem do jornal Gazeta de Vargem Grande. Para ficar melhor ainda, ela pede que a prefeitura asfalte o quanto antes a rua que abriram logo abaixo, atrás do campo de futebol, na divisa com a empresa Morandin Ferro & Aço, pois os caminhões que por lá trefegam levantam muita poeira.
Outra moradora do bairro que está feliz com o recapeamento que a prefeitura procedeu no Jd. Paulista, é Rosemari Alves da Costa, 44 anos, dona de casa. Ela relatou ao jornal que além da poeira, quando os carros passavam nos buracos, faziam com que a casa tremesse e rachaduras começaram a aparecer nas paredes. “Mas melhorou muito e nem se compara ao que era antigamente. Falta agora o prefeito Amarildo mandar fazer uma lombada na Rua Antônio da Costa onde moramos, pois os carros andam em velocidade alta e pode acontecer algum acidente”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui