Trio foi surpreendido embalando maconha e cocaína

0
2034

Ao averiguar uma denúncia anônima, a Polícia Militar de Vargem Grande do Sul surpreendeu três pessoas em um matagal no Jardim Iracema embalando drogas, no início da noite da quarta-feira, dia 10.
O caso começou quando a equipe formada pelo Cb Thomaz e o Sd Amauri recebeu a informação de que haveria um rapaz já conhecido pela prática de tráfico e uma adolescente em uma área de matagal no Jardim Iracema embalando entorpecente.
Os policiais, em conjunto com as equipes compostas pelos cabos Olivério e Ricardo, cabo Querino e soldado César e o Comando Geral de Patrulha com o sargento Lasmar, cabo Marcienta e sargento Henrique foram até o local para averiguar a denúncia.
A primeira equipe entrou no matagal e viu o rapaz e a garota, além de um terceiro indivíduo. Eles estavam sentados com vários objetos e quando perceberam a presença policial, todos imediatamente se levantaram e saíram correndo. Thomaz e Amauri tentaram deter os dois rapazes, mas um deles -o que já era conhecido pelos policiais – conseguiu se desvencilhar e fugir em meio ao matagal. A adolescente também conseguiu sair do local.
Onde os três estavam sentados, foram localizadas 174 porções de maconha já embaladas, 7 tubetes com cocaína, 1.078 tubetes vazios, um prato, sacos plásticos recortados da mesma cor em que as porções de maconha estava embaladas, uma faca pequena de cozinha.
A PM organizou um cerco e diligências para localizar o suspeito e a adolescente. A primeira equipe foi até a delegacia, para a elaboração do boletim de ocorrência da apreensão de objetos. Ao terminar o registro do BO, a equipe do Comando Geral de Patrulha localizou a adolescente em uma casa na rua Antônio Canal.
Os policiais conversaram com a moradora da casa, que informou que autorizou a entrada da equipe policial. A garota contou que não tinha conhecimento de que havia drogas no local e que apenas havia levado um prato a pedido de sua cunhada para os suspeitos no matagal. Contou ainda que conhece os indivíduos só de vista, não sabendo dizer nomes e apelidos.
Acompanhada de sua mãe, ela foi levada à delegacia em São João da Boa Vista. O delegado de polícia de plantão, Eduardo Denadai Campos, após tomar ciência dos fatos, qualificou a adolescente como investigada e a liberou para sua mãe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui