Humanitária recebe doação de edredons

0
309
Entidade recebeu as peças, que serão destinadas aos velhinhos atendidos. Foto: Reportagem

O grupo As Sucateiras do Amor fez a doação de 45 edredons para a Sociedade Humanitária. As peças foram entregues na segunda-feira, dia 29 de junho.

O Sucateiras do Amor é um grupo de São Paulo, formado por mulheres que há anos se reúnem em clima de muita amizade para fazer artesanato, como crochê, costura, e que revertem as peças confeccionadas para comunidades carentes da Capital e também para entidades.

Em depoimento enviado à Gazeta de Vargem Grande, Yara Thereza Gibin, uma das participantes do grupo, contou um pouco da história do Sucateiras do Amor. Ela explicou que uma das fundadoras da iniciativa morava em uma casa que possuía um atelier. Ela começou convidar amigas que costuravam, faziam tricô, crochê para praticarem suas habilidades, tomar lanche da tarde e assim, ajudar o próximo com as peças produzidas.

Uma das participantes já realizava um trabalho beneficente junto à comunidade da Vila Prudente, na Capital, e assim, o grupo passou a confeccionar peças para os moradores do local. O grupo foi aumentando e chegou a contar com 35 voluntárias, que começavam o trabalho logo depois do almoço e seguiam até à noite, com pausas para um chá e também muita conversa e amizade.

Com o passar dos anos, algumas saíram, outras entraram, algumas das Sucateiras já faleceram e atualmente o grupo conta com 20 amigas. Como a “dona da casa” se mudou para um apartamento, o grupo se transferiu para as instalações de uma paróquia do bairro Alto da Boa Vista.

Elas montam colchas de retalhos, costuram vestidinhos, organizam kits de higiene pessoal, organizam bazares para vender peças e todos os recursos são empregados na compra de material, de mais itens e tudo revertido à comunidade. E Yara, que passou um final de ano em Vargem Grande do Sul, indicou a Sociedade Humanitária para receber as peças confeccionadas pelo grupo.

Devido às medidas de isolamento social adotadas por conta da pandemia de covid-19, o Sucateiras do Amor não estão se reunindo para os trabalhos. No entanto, direcionaram para a entidade de Vargem as colchas que já estavam prontas e arrecadaram recursos para comprar mais edredons para a Humanitária. Ao todo, 45 peças foram enviadas para Vargem e entregues à entidade em nome do grupo, por Conceição Zarif.

Humanitária

 

Irmã Elisabeth, coordenadora da Sociedade Humanitária, agradeceu a doação. “Para nós, esse gesto não tem preço. Ainda mais nesta época de frio, quando os idosos usam muito os edredons e muitos vão para a lavanderia. Existe um uso muito grande. Se tivéssemos que adquirir, seria um valor muito alto para a entidade”, observou.

Ela lembrou que a Humanitária é mantida pela dedicação e ações da comunidade e que qualquer ajuda é sempre bem vinda. Atualmente, a Humanitária atende 37 idosos, que estão com atenção e cuidados redobrados por conta da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui