Polícia prende quatro envolvidos em roubo à loja no sábado

0
3290
Foram recuperados mais de R$ 30 mil. Foto: Polícia Civil

Em uma ação conjunta, equipes da Polícia Civil e Polícia Militar de Vargem Grande do Sul localizaram na terça-feira, dia 18, parte do dinheiro roubado de uma loja do Jardim São José, no último sábado, dia 15, além da motocicleta usada no crime. Ao todo, quatro pessoas relacionadas ao roubo foram identificadas e tiveram o pedido de prisão deferido pela Justiça, duas delas foram presas na quinta-feira, dia 20, em Vargem. Os outros dois envolvidos foram localizados no sábado, dia 22, em Bataguassu (MS) e também foram presos.

A Polícia Civil averigua a ação dos criminosos que se associaram para praticar o assalto. Conforme as imagens captadas pelo sistema de segurança da empresa, dois homens usando capacete chegam por volta das 7h do sábado na loja e mandaram os trabalhadores deitarem no chão. Um deles ameaça os empregados com uma arma, que aparenta ser um revólver, enquanto um comparsa com uma mochila segue para os fundos da empresa, em direção ao caixa.

Em dado momento, chega um cliente e também é ameaçado e obrigado a se deitar. A ação dura pouco tempo e em menos de três minutos, a dupla foge da loja em uma motocicleta preta, sem ferir ninguém e levando dinheiro da empresa. Conforme o Boletim de Ocorrência registrado, foram levados R$ 100 mil entre dinheiro e folhas de cheques de terceiros.

Investigação

Na terça-feira, uma equipe da PM composta pelos soldados Salomão e Willian recebeu a informação de que a motocicleta usada neste crime estaria escondida em uma casa no Jardim Ferri. Os policiais militares entraram em contato com o setor de investigação da Polícia Civil, que confirmou que estavam analisando a mesma informação. Assim, foi realizada uma ação conjunta que localizou a casa indicada.

No local, os policiais civis e militares foram informados que um conhecido havia solicitado para deixar uma motocicleta Honda-CBX250 de cor preta e dois capacetes no local. Na tarde do mesmo sábado, ficaram sabendo do roubo ocorrido na loja e assim pediram para que o rapaz retirasse a motocicleta da sua casa.

A partir desta informação, as equipes passaram a averiguar algumas suspeitas e acabaram identificando os envolvidos. De acordo com o delegado Antônio Carlos Pereira Júnior, as investigações seguiram até o final da noite da terça, quando então conseguiram identificar os participantes do crime e localizar parte do dinheiro subtraído, além da motocicleta usada no roubo.

Na manhã seguinte, ele deu entrada nos pedidos de prisão, que foram concedidos pela Justiça na quarta-feira. De acordo com o delegado, foram identificados um homem de 21 anos morador do Jardim Dolores, que é o dono da moto usada no roubo; um outro de 24 anos, morador do Jardim Ferri, que foi procurado para esconder o veículo; um outro rapaz de 24 anos, que estava com a arma e rendeu os funcionários e clientes da loja e um homem de 28 anos, morador do Jardim Paraíso II, que pegou o dinheiro do caixa. Todos foram ouvidos e acabaram confessando a participação no crime, com exceção do que buscou o dinheiro. Mas sua participação foi confirmada pelo depoimento dos outros três indiciados.

Prisões
Na quinta-feira, a Polícia Civil prendeu tanto o dono da motocicleta, quanto o rapaz que escondeu o veículo. Os dois rapazes que praticaram o roubo tentaram fugir e chegaram a cidade de Bataguassu (MS). De acordo com o site de notícias CenarioMS, a dupla e uma terceira pessoa estavam em um veículo com placas de Minas Gerais, que chamou a atenção da Polícia Militar do município, que fazia uma ação de fiscalização na avenida Dias Barroso.

Os policiais perceberam que os ocupantes do veículo davam informações desencontradas e decidiram consultar a Polícia Civil e Militar de São Paulo e de Minas. Assim, tomaram conhecimento do envolvimento dos dois no crime. Assim, foram presos e colocados à disposição da Justiça.

Apreensões

Foram apreendidos durante as investigações, os celulares dos suspeitos e pouco mais de R$ 30 mil com os envolvidos. Além dos quatro que já foram identificados e presos, a Polícia Civil ainda averigua a possibilidade da participação de outras pessoas no crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui